• DIVULGUE COM A GENTE E APAREÇA • batetuntum@gmail.com •

quinta-feira, 25 de maio de 2017

DINO: SAÍDA É DIÁLOGO ENTRE LULA E FHC, COM PAUSA NAS REFORMAS

247 – Uma das vozes mais sensatas da política brasileira, o governador do Maranhão, Flávio Dino, do PCdoB, aponta uma saída para o impasse brasileiro: o afastamento de Michel Temer e um diálogo PT-PSDB em busca de uma solução institucional, com pausa nas reformas trabalhista e previdenciária, até que o Brasil tenha um governo legitimado pelo voto.

"O único caminho que enxergo para a política é um acordo PT-PSDB, Lula e Fernando Henrique numa mesa. Neste momento de muita precarização da política, uma conversa direta seria um fato altamente positivo, uma mensagem importante de busca de recomposição da institucionalidade", disse ele, em entrevista à BBC.

Embora defenda diretas-já, Dino considera esse cenário pouco provável. "Só haverá eleição direta havendo mobilização popular nessa direção. E esse é um ponto de interrogação muito mais do que qualquer juridiquês. Se não houver mobilização popular, é muito difícil o Congresso ou o TSE ir para esse caminho, porque se choca com o desejo meio que universal da classe política, da elite, de um certo nível de estabilidade. A classe social dominante não quer eleição direta agora."

Ele afirma ainda que Michel Temer se isolou completamente ao convocar as Forças Armadas. "Acho que o efeito principal foi ampliar o isolamento do Temer, o fragilizou, sobretudo pela medida equivocada de convocar o Exército. Quando você vai para o extremo, é lógico que você constrói isolamento, até pelo modo como foi anunciado, muito atabalhoado, dizendo que foi pedido pelo Rodrigo Maia, mas não foi."

Na entrevista, Dino fez ainda uma defesa do ex-presidente Lula e afirmou que ele é quem mais tem legitimidade para conduzir a repactuação do País. "De todas as grande lideranças nacionais, é quem tem maior legitimidade para tentar reconduzir uma repactuação do país. Lula não é bom só para a esquerda, é bom para todo mundo que acredita na democracia política. Ele pode, ao fazer um governo de diálogo como fez no passado, conduzir um caminho que não seja de confrontação, que ao meu ver foi o grande erro do Michel. O Michel veio adotar uma agenda de mais confronto e, portanto, de mais isolamento social. Qual é o problema dele? As denúncias, a gravação, claro, e ter só 4% de aprovação. Você já pega um país dividido, polarizado, e vai para um caminho de venezualização, de radicalização. Deu no que deu."

O risco, afirma Dino, é Lula vir a ser impedido de disputar as próximas eleições por razões judiciais. "Em condições normais não haveria tempo nem em 2018, mas a gente não vive condições normais. De fato a Justiça se politizou, se partidarizou muito, me refiro ao sistema de Justiça como um todo, abrangendo polícia, Ministério Público. Então, é muito difícil fazer análise política sem levar em conta esse ingrediente."
Compartilhe:

Formosa da Serra Negra recebe formação do Programa Escola Digna

Aconteceu,  na manhã desta quinta-feira(25), na cidade de Formosa da Serra Negra, região do Alto Grajaú, a abertura da formação pedagógica para gestores, coordenadores e professores do sistema municipal de ensino local patrocinada pelo Programa Escola Digna do Governo do Maranhão.
A formação continuada do Programa Escola Digna em Formosa da Serra Negra acontece, hoje(25) e amanhã(26),  com a vasta programação contemplando as principais orientações pedagógicas do programa sobre o comando da articuladora regional de URE de Balsas Teresa de Paula e dos articuladores municipais professora Núbia Sousa e professor Raimundo Oliveira Santos.
Estiveram na abertura da formação do Programa Escola Digna, na manhã desta quinta-feira(25), em Formosa da Serra Negra, o Secretário de Articulação Política, ex-prefeito Cláudio Vale, o Vice- Prefeito, Renato Jorge, a Secretária Municipal de Educação, Professora Iranice Arruda e do Consultor Educacional Rodrigo Guará. 
Compartilhe:

POLICIAIS QUE ABRIRAM FOGO CONTRA MANIFESTANTES SÃO IDENTIFICADOS

ANDRE COELHO

Andreia Verdélio; repórter da Agência Brasil - O secretário de Segurança Pública e da Paz Social do Distrito Federal (SSP-DF), Edval de Oliveira Novaes Júnior, disse hoje (25) que os policiais que utilizaram armas de fogo durante a manifestação de ontem (24) na Esplanada dos Ministérios já foram identificados e o inquérito policial já foi aberto. "A regra é a utilização de armamento não letal e de uso progressivo da força. Isso foi uma exceção, não estava previsto (o uso de arma letal) e estamos apurando rigorosamente", disse, explicando que estes policiais serão responsabilizados.

Segundo Novaes, quase 3 mil policiais militares trabalharam ontem exclusivamente nas manifestações, aproximadamente 25% do efetivo da Polícia Militar do Distrito Federal (PM-DF). "Se as manifestações acontecessem de forma pacífica, seria mais que suficiente. Agora, sem dúvida, a quantidade de pessoas que vieram para causar problemas, para chegar aos pontos onde não poderiam e causar danos ao patrimônio, foi superior ao que vinha se observando", disse o secretário.

Ele explicou que a manifestação de ontem começou de forma pacífica, mas alguns grupos tentaram furar a barreira de policiais para chegar até o Congresso Nacional, e isso foi evitado pela Polícia Militar. "Existe um protocolo tático integrado e ele foi seguido à risca por parte do governo do DF, da PM-DF e do Corpo de Bombeiros. Nosso efetivo estava dimensionado e tinha informações que haviam pessoas infiltradas que iam causar problemas como de fato aconteceu", disse.

Parte dessas pessoas, segundo ele, acabaram se espalhando e depredando os ministérios. "Foi um trabalho de movimentação contínuo de toda a polícia na Esplanada. Tanto que no fim do dia a situação foi restabelecida e todos os ministérios estavam liberados", disse Novaes.

A Polícia Civil instaurou 12 procedimentos, sendo que oito pessoas foram conduzidas ao Departamento de Polícia Especializada (DPE). Três delas foram presas por porte de substância entorpecente para consumo pessoal e porte de arma branca, uma por porte de arma branca, duas por resistência e pichação, uma por lesão corporal e resistência e uma por desacato. A Polícia Civil ainda trabalha na identificação e responsabilização de outras pessoas pelos atos de ontem.

"A PM-DF já tem 57 anos. Só ano passado nós tivemos mais de 150 manifestações, inclusive com um público maior que o de ontem. E via de regra nós nunca tivemos problemas mais graves. A manifestação de ontem reflete um momento complicado de crise política que vive o país, os ânimos estão extremamente exaltados, não só nas ruas, mas dentro do Parlamento. Isso, sem dúvida nenhuma, acaba se refletindo nos ânimos dos manifestantes e ai fica cada vez mais difícil para polícia atuar", disse o secretário da SSP-DF.

O Corpo de Bombeiros registrou 49 ocorrências. Quatro manifestantes receberam atendimento no local e foram liberados. Os demais foram encaminhados, 35 ao Hospital de Base e dez ao Hospital Regional da Asa Norte. Entre os motivos para atendimento estão cortes na mão, ferimento por instrumento de menor potencial ofensivo, corte no pescoço, queda por trauma na coluna, perfuração por arma de fogo e mal estar.

Segundo a Secretaria de Saúde do Distrito Federal, quatro permanecem internados no Hospital de Base. A situação dos pacientes é estável e sem previsão de alta.

Cerca de 45 mil pessoas participaram da manifestação na Esplanada dos Ministérios, nesta quarta-feira (24).
Compartilhe:

Governo antecipa pagamento dos servidores estaduais para segunda-feira (29)


Resultado de imagem para governo do maranhão

O Governo do Maranhão antecipará, para segunda-feira (29), o pagamento dos servidores públicos estaduais, referente ao mês de maio. Novamente, a medida obedece à determinação do governador Flávio Dino. “Pagaremos a folha dos servidores do Governo do Maranhão, relativa a maio de 2017, no dia 29, segunda”, informou o governador.

Devido à viabilidade financeira do Estado, o vencimento será efetuado antes do previsto no calendário de pagamentos elaborado para o ano de 2017, que antevê sempre os dois primeiros dias úteis do mês subsequente ao trabalhado.

Os servidores podem acessar a versão digital do contracheque, por meio do site da Secretaria de Estado da Gestão e Previdência (Segep) ou através do aplicativo Portal do Servidor. Para isso, é necessário apenas senha de acesso, que pode ser cadastrada presencialmente, na sala do Portal do Servidor (situada no Edifício Clodomir Milet, s/nº, térreo), ou pelos telefones: 3131-4191 ou 3131-4192.

O servidor que ainda não possui senha, também poderá, a partir de agora, criá-la diretamente no site da Segep/Portal do Servidor. Ao clicar no botão ‘Primeiro acesso’, e, em seguida informar o seu CPF, o servidor interessado será direcionado para uma tela com uma sequência de dados pessoais, que deverão ser confirmados para efetivar a criação do seu acesso ao contracheque.


Governo do Maranhão
Compartilhe:

LAVA-JATO: PF prende filho de operador de propina de Sarney na Ferrovia Norte-Sul

Os desdobramentos da Operação Lava-Jato envolvendo o operador de propinas de José Sarney na Ferrovia Norte-Sul, o ex-presidente da Valec José Francisco das Neves, o Juquinha, chegou ao seu filho, Jader Ferreira das Neves. Nesta quinta-feira, 25, o Ministério Público Federal e a Polícia Federal expediram mandato de prisão preventiva em investigação focada no recebimento de propina nas obras da Norte-Sul.

Juquinha é velho aliado e considerado um dos laranjas de José Sarney. De acordo com as delações de executivos da Odebrecht, o grupo do ex-presidente foi beneficiário de recebimento de propina da obra da Ferrovia-Norte Sul, realizada pela empreiteira. Pessoas ligadas ao oligarca teriam recebido cerca de 1% sobre o contrato. Outros 3% foram destinados ao grupo político do ex-deputado e ex-ministro dos Transportes Valdemar da Costa Neto, sob liderança de Juquinha.

O próprio Juquinha confessou, quando foi preso pela primeira vez em 2012, à Polícia Federal que o então senador Sarney o bancava junto ao ministro dos Transportes. Em diálogo gravado no dia 20 de outubro de 2011, Juquinha diz a um assessor da Valec ter recebido a informação de que não haveria mudanças no ministério pois “estão com medo de afrontar o chefão”, apontado pela PF como Sarney. “O povo não quer afrontar nosso amigo”, disse.

As ligações umbilicais entre Juquinha e Sarney em casos envolvendo a propina paga nas obras da Ferrovia Norte-Sul, que ultrapassam a casa dos bilhões em mais de 30 anos, deixam o oligarca temeroso a cada operação da Polícia Federal.

Cada vez mais a Lava-Jato se aproxima de Sarney.

Marrapá
Compartilhe:

ACUADO E SEM APOIO DO EXÉRCITO, TEMER ANULA DECRETO DITATORIAL

Fragilizado após uma onda imensa de críticas, Michel Temer recuou e revogou o decreto presidencial que convocava as Forças Armadas para atuar nas ruas do Distrito Federal por uma semana a fim de "garantir a lei e a ordem" após manifestação contra as reformas do governo nesta quarta-feira 24.

Temer foi abandonado até mesmo pelo Exército, que avaliou ontem que a polícia de Brasília tinha capacidade de garantir a ordem, e pelo governador do Distrito Federal, Rodrigo Rollemberg, que disse que ele agiu fora da lei. Rollemberg também não foi avisado sobre a decisão anunciada pelo ministro da Defesa, Raul Jungmann, como manda o protocolo. A decisão do peemedebista foi criticada também por parlamentares da base aliada, além da oposição.

A revogação foi anunciada menos de 12 horas depois de o decreto da GLO (Garantia da Lei e da Ordem) ter sido instituído. A decisão foi tomada em reunião entre Temer e Jungmann e os ministros Sergio Etchegoyen (Gabinete de Segurança Institucional), Antonio Imbassahy (Secretaria de Governo), Eliseu Padilha (Casa Civil) e Moreira Franco (Secretaria-Gera da Presidência) nesta manhã no Palácio do Planalto.

247
Compartilhe:

Morre Raimundo Mulatinho

Raimundo Mulatinho morte trágica

Morreu, na noite desta quarta-feira(24), o Senhor  Raimundo Mulatinho, um dos mais antigos marceneiros de Tuntum num grave acidente próximo ao Cemitério do Arara.

Raimundo Mulatinho era bastante conhecido da população tuntunense pela atividade profissional de marcenaria que exercia há vários anos na cidade, era um construtor de portas e janelas das residência de Tuntum que herdara do pai Pixaim.

O Blog Bate Tuntum se solidariza com a família do Sr. Raimundo Mulatinho neste momento de dor e perda. O corpo está recebendo visitas na sua residência localizada na Rua Governador Archer, centro de Tuntum.

Compartilhe:

Copyright © | Direção: Jornalista Emerson Araújo | Bate Tuntum | Suport/ 99 98271-8514