Concurso Público com mais de mil vagas é anunciado em Caxias - MA; veja o edital

Resultado de imagem para concurso
Iniciadas as inscrições para Concurso Público da Prefeitura de Caxias, no Estado do Maranhão, a qual busca preencher 1.179 oportunidades para profissionais de diversas áreas e de todos os níveis de escolaridade.

Estão disponíveis os cargos de Cirurgiões Dentistas para atuarem nas áreas de ESF (10); Endodontia (1); Prótese (1); Bucomaxilo (1) e Plantonista (5); Médicos nas especialidades de Intensivista Neonatal (4); Intensivista Adulto (4); Anestesiologista (4); Clínico Geral (4); Ortopedista Plantonista (4); Ortopedista Ambulatório (1); Pediatra Plantonista (4); Pediatra Ambulatório (2); Ginecologista Obstetra - Ambulatório (2); Ginecologista Obstetra - Plantonista (4); Psiquiatra - Ambulatório (1) e ESF (10); Biomédico (1); Nutricionista (2); Farmacêutico (2); Fonaudiólogo (2); Psicólogo (5); Enfermeiro ESF (10); Enfermeiro Intensivista (3); Enfermeiro Obstetra (3); Enfermeiro Plantonista (5); Enfermeiro Neonatologista (2); Enfermeiro Psiquiátrico (2); Enfermeiro Centro Cirúrgico (2); Fisioterapeuta Intensivista Neonatal (3); Fisioterapeuta Intensivista Adulto (2); Técnico em Enfermagem - ESF (30); Técnico em Enfermagem (40); Técnico em Enfermagem Intensivista (30) e Agente Comunitário de Saúde (84), os quais destinam-se à área da Saúde do município.

A Administração Geral disponibiliza oportunidades para as funções de Engenheiro Agrimensor (1); Engenheiro Agrônomo (3); Engenheiro Ambiental (1); Engenheiro Civil (1); Engenheiro Tráfego (1); Engenheiro Eletricista (1); Engenheiro Topógrafo (1); Geólogo (1); Arquiteto (1); Procurador (2); Administrador (1); Contador (2); Fiscal Tributário (1); Analista de Gestão Pública - Marketing (1); Analista de Sistemas (1); Projetista (1); Bibliotecário (1); Biólogo (1); Geógrafo (1); Gestor Ambiental (1); Químico (1); Comunicação Social (1); Jornalista (1); Assistente Social (10); Músicos nas áreas de Bumbo (1); Clarinete (1); Sax Alto (4); Tenor (1); Trombone de Vara (1); Trompete (1); Violão (1); Professores de Música para lecionarem Teclado (2); Bateria (1); Cavaquinho (1); Contrabaixo Eletrico (1); Sopro de Bocal (1); Sopro de Palheta (1); Técnico de Vocal (1) e Violão (2); Técnico Administrativo (5); Técnico Ambiental e Agrícola (2); Técnico Informática (5); Técnico Agropecuária (5); Técnico Edificação (1); Técnico Laboratório (5); Técnico Raio X (3); Técnico Segurança do Trabalho (1) e Técnico Radialista (1). Para o Caxias Prev, existem ainda chances para Analista Jurídico (1); Contador (1); Arquivista (1); Vigilante (2) e Técnico Administrativo (2). Há também vagas para Guarda Municipal (30) e Agente de Trânsito (12).

Por fim, há oportunidades na Secretaria Municipal de Educação, nas ocupações de Professores da Educação Básica nas disciplinas de Artes (7); Educação Física (7); Ciências Físicas e Biológicas (10); Filosofia (15); Geografia (14); História (12); Matemática (25); Língua Inglesa (15); Língua Portuguesa (25); Ensino Religioso (15); Atendimento Educacional Especializado (20); Técnicas Agrícolas (10); Pedagogo do Ensino Infantil (95) e Pedagogo 1º ao 5º ano (150); Coordenador Pedagógico - Especialista em Educação (30); Enfermeiro (1); Assistente Social (1); Psicólogo (1); Fisioterapeuta (1); Fonoaudiólogo (1); Nutricionista (1); Psicopedagogo (2); Supervisor Pedagógico (5); Interprete de Libras (18); Revisor do Texto Braile (1); Transcritor de Braile (1); Contador (1); Topógrafo (1); Assistente de Licitação (1); Supervisor de Almoxarifado (1); Telefonista (1); Digitador (1); Motorista "B" (1); Motorista "C" (1); Motorista "D" (1); Motorista "E" (1); Assistente de Nutrição (1); Assistente de Segurança Patrimonial (1); Auxiliar de Biblioteca (20); Agente de Inclusão Escolar (25); Auxiliar de Cozinha (20); Monitor de Transporte Escolar (10); Manipulador de Alimentos (40); Segurança Escolar (30); Manutenção de Infraestrutura - Limpeza (50); Secretário Escolar (25); Auxiliar Administrativo (35) e Técnico em Informática (5).

Assim que forem admitidos, estes profissionais deverão atuar em jornadas de 20h a 40h por semana ou plantões de 24h, de forma que farão jus à remunerações cujos valores vão de R$ 954,00 a R$ 5.000,00 ao mês.

As inscrições seguem até o dia 30 de março de 2018, por meio do endereço eletrônico do Instituto Machado de Assis, empresa responsável pela organização do certame. Haverá cobrança de taxa, que varia de R$ 49,00 a R$ 95,00, para a homologação das candidaturas.

Os candidatos à estas funções deverão ser classificados por meio de prova objetiva, além de avaliação de títulos; teste de aptidão física; prova práticas e discursivas, conforme o edital. A previsão é que as mesmas sejam aplicadas a partir do dia 20 de maio de 2018. 

Este Concurso Público será valido por dois anos, com possibilidade de prorrogação por igual período.


PCI Concursos

CAPIBERIBE DIZ QUE SARNEY DEIXOU O AMAPÁ COM MEDO DE DERROTA

Jefferson Rudy-Ag. Senado
Blog Jorge Vieira - O ex-governador do Amapá, Camilo Capiberibe (PSB), a propósito da transferência do domicílio eleitoral do ex-presidente José Sarney (MDB) do Amapá para o Maranhão, onde a mais de duas décadas não participa de eleição como candidato, se deve exclusivamente à certeza da derrota, caso resolvesse concorrer a mais um mandato de senador pelo ex-território transformado por ele em Estado e por onde vinha se reelegendo.

Segundo Camilo, o ex-senador “José Sarney deixou o Amapá por ter absoluta certeza que aqui não teria mais nenhum vitória eleitoral”. O ex-governador amapaense lembra que em 2014 depois de um histórico “fora Sarney”, o ex-presidente anunciou que não mais disputaria o Senado.

Sarney, conforme especula-se nos bastidores da sucessão estadual, Sarney retornar ao Maranhão com a missão de injetar ânimo na pré-candidatura da filha Roseana, que se mostra desanimada e temerosa em colocar a campanha nas ruas e ser humilhada pelas urnas, conforme ocorreu nos dois últimos pleitos majoritário.

Veja a última pregação de Billy Grahan

O gênio da grande área: Lula descasca o abacaxi

Stuckert

Por RICARDO CAPPELLI/br 247

Uma aula de política. Daquelas que merece ser pendurada na parede e virar referência para sempre ser consultada. Três ou quatro parágrafos apenas, não foi preciso mais. A posição de Lula sobre a intervenção no Rio é magistral.

Demonstra que ele não é o que é por acaso. Ciro até tentou. Na essência, apesar de sofrer ataques baixos de setores da militância petista anti-Ciro, falou o mesmo. Mas não conseguiu chegar ao grau de sofisticação do ex-presidente.

Quando publiquei há alguns dias um artigo chamando atenção da esquerda para o abacaxi que tinha no colo, e de como seria difícil descascá-lo, que a simples negação da proposta não resolveria, fui acusado de tudo. Jamais defendi votar a favor ou contra. Só disse que o problema era complexo e merecia uma resposta de mesmo porte.

Até que "Ele" resolve entrar em campo. Durante visita ao acampamento do MST em Minas nesta quarta feira, Luiz Inácio falou sobre a intervenção e deu um verdadeiro show.

Não se posiciona contra nem a favor diretamente. Não briga com o exército, mas afirma que as forças armadas não estão preparadas para enfrentar traficantes e que esta não é sua missão institucional. Os militares devem ter batido palmas para ele.

Não briga com a população, mais de 80% se posicionou a favor, dizendo que ninguém pode ser contra uma medida emergencial num momento de emergência.

Não briga com parte da esquerda que votou contra a medida dizendo que é uma ação improvisada de Temer, uma iniciativa oportunista e eleitoreira que não vai resolver o problema.

Mira e atira no alvo central sem espalhar brasa: o xadrez político, onde o atual presidente tenta ressuscitar.

Passa longe de devaneios como a "conspiração preparatória para um golpe militar". Não entra em histeria. É equilibrado, ponderado e pragmático. Dialoga com o interesse de todos os públicos envolvidos bailando suavemente. Descasca o abacaxi como quem toca um violino.

Não por acaso tenho repetido que a esperança de um desfecho positivo para esquerda, longe da gritaria que se instalou no seu meio, de corporativismos partidários inúteis ao futuro do país, passará necessariamente pela bola que Lula resolver chutar.

Se estiver num bom dia e entrar em campo com esta mesma lucidez, esteja onde estiver, as chances de vitória do campo progressista serão boas. Que os Deuses o iluminem.

Ricardo Cappelli é secretário da representação do governo do Maranhão em Brasília e foi presidente da União Nacional dos Estudantes.

Falece Billy Graham, aos 99 anos


Billy Graham, o maior evangelista do século 20, faleceu na manhã desta quarta-feira (21), aos 99 anos. Ele morreu em sua casa em Montreat, na Carolina do Norte, de acordo com Jeremy Blume, porta-voz da Billy Graham Evangelistic Association.

O célebre pastor batista da Carolina do Norte ficou conhecido por levar suas cruzadas evangelísticas ao redor do mundo, levando 3 milhões a Cristo.

Graham serviu como conselheiro ou ministrou a uma dúzia de presidentes dos Estados Unidos, além de ter se encontrado com dezenas de líderes mundiais, dentre eles os mais importantes de sua geração. Estima-se que ele tenha pregado a cerca de 215 milhões de pessoas em 185 dos 195 países ao redor do mundo durante sua vida. Sua mensagem chegou a milhões de pessoas, sendo uma presença quase constante no rádio, na televisão e na internet.

Chamado por muitos de “O Pastor dos Estados Unidos", ele teve um início modesto, crescendo em uma fazenda em Charlotte, Carolina do Norte. Ele aceitou Jesus aos 16 anos, através do ministério do evangelista Mordecai Ham. Graham mais tarde mudou-se para a Flórida e foi ordenado pastor lá em 1939. Ali, conheceu sua futura esposa, Ruth McCue Bell, enquanto eles freqüentavam o Wheaton College, e se casaram em 1943. Juntos criaram cinco filhos e ela se tornaria uma conselheira confiável dele. “Quando se trata de coisas espirituais, minha esposa teve a maior influência no meu ministério”, disse Graham de Bell, que morreu em junho de 2007.

Graham era conhecido por seu senso de humor e por manter uma visão cristã não partidária, o que lhe valeu algumas críticas. Mas a sua dedicação ao ministério e à unidade é muito evidente e melhor lembrada na sua recusa em prestar atenção às políticas de segregação. Martin Luther King Jr. tinha Graham como um amigo íntimo e aliado, tendo dito deste: “Se não fosse pelo ministério do meu bom amigo, o Dr. Billy Graham, meu trabalho no Movimento dos Direitos Civis não teria tido tanto sucesso quanto tem sido”.

Outro ponto lembrado sobre sua vida é que, em mais de 60 anos de ministério, Graham nunca esteve envolvido em escândalos, de maneira que seu nome sempre aparecia nas primeiras posições de todas as listas de pessoas mais amadas nos Estados Unidos.

Em seu Twitter, o presidente Donald Trump disse que "não havia ninguém como ele" e que Graham "fará falta aos cristãos e a todas as religiões", pois era "um homem muito especial".

O vice-presidente Mike Pence afirmou em seu Twitter: "Choramos sua morte, mas tenho absoluta certeza que hoje ele ouviu estas palavras: 'Bem está, servo bom e fiel!'. Obrigado, Billy Graham!"

O ex-presidente George H. Bush emitiu a seguinte declaração: "Billy Graham foi o Pastor da América. Sua fé em Cristo e seu espírito evangélico totalmente honesto inspiraram pessoas em todo país e no mundo. Creio que Billy tocou os corações não só de cristãos, mas de pessoas de vários tipos de fé, porque ele era um homem bom. Tive o privilégio de tê-lo como amigo pessoal. [...] Ele foi um mentor para vários dos meus filhos, incluindo o ex-presidente dos Estados Unidos [Georgge W. bush]. Sentiremos falta de nosso bom amigo".

O ex-presidente Barack Obama disse pelo Twitter que Graham foi "um servo humilde que orava por muitos. [...] Cm sabedoria e graça ele deu esprança e orientação a gerações de americanos".

Seu filho, Franklin Graham, assumiu seus ministérios, enquanto Graham retornou a uma vida tranquila na Carolina do Norte, não muito longe da Biblioteca Billy Graham, em Charlotte.

“Meu lar está no céu”, declarava ele habitualmente. “Eu estou apenas peregrinando neste mundo”.

Fonte: CPADNews(com edição de fotos)