domingo, 30 de agosto de 2015

Música para a paz

Clique para ler a matéria completa ►

Reflexão Bíblica: Amor, a verdadeira marca do cristão


O apóstolo Paulo, em 1 Coríntios 13, fala sobre três aspectos do amor, a verdadeira marca do cristão. Vamos examinar esses três aspectos:

Em primeiro lugar, a superioridade do amor (1Co 13.1-3). Depois de tratar dos dons espirituais, Paulo aborda um caminho sobremodo excelente. Em 1 Coríntios 13.1-3, fala da superioridade do amor sobre os dons espirituais. O que caracteriza a verdadeira espiritualidade é amor e não os dons. A igreja de Corinto tinha todos os dons, mas era imatura espiritualmente. Conhecemos um cristão maduro pelo fruto do Espírito e não pelos dons do Espírito. No texto em apreço, Paulo diz que o amor é superior ao dom de variedade de línguas (1Co 13.1), ao dom de profecia (1Co 13.2), ao dom de conhecimento (1Co 13.2), ao dom da fé (1Co 13.2), ao dom de contribuição (1Co 13.3) e até mesmo ao martírio (1Co 13.3). Sem amor os dons podem ser um festival de competição em vez de ser uma plataforma de serviço. Sem amor nossas palavras, por mais eloquentes, produzem um som confuso e incerto. Sem amor, mesmo que ostentando os dons mais excelentes como profecia, conhecimento e fé nada seremos. Sem amor nossas ofertas podem ser egoístas, visando apenas nosso engrandecimento em vez da glória de Deus e o bem do próximo. Sem amor nossos gestos mais extremos de abnegação, como o próprio martírio de nada nos aproveitará. O amor dá sentido à vida e direção na caminhada. Quem ama vive na luz, conhece a Deus e se torna conhecido como discípulo de Jesus.

Em segundo lugar, as virtudes do amor (1Co 13.4-8). Como podemos descrever as virtudes do amor? Nesse mais importante texto sobre o amor, o apóstolo Paulo nos oferece uma completa definição. Primeiro, o amor é conhecido por aquilo que ele é: o amor é paciente e benigno. Segundo, o amor é conhecido por aquilo que ele não faz: o amor não arde em ciúmes, não se ufana, não se ensoberbece, não se conduz inconvenientemente, não procura seus interesses, não se exaspera, não se ressente do mal; não se alegra com a injustiça. Terceiro, o amor é conhecido por aquilo que ele faz: O amor regozija-se com a verdade. Quarto, o amor, também, é conhecido por aquilo que ele é capaz de enfrentar na jornada da vida: o amor tudo sofre, tudo crê, tudo espera, tudo suporta. Finalmente, o amor é conhecido pela sua indestrutibilidade: O amor jamais acaba; mas havendo profecias, desaparecerão; havendo línguas, cessarão; havendo ciência, passará. O amor é a maior das virtudes, o maior dos mandamentos, o cumprimento da lei de Deus. O amor é a maior evidência de maturidade espiritual, a mais eloquente comprovação do discipulado e a garantia mais sólida da genuína conversão.

Em terceiro lugar, a perenidade do amor (1Co 13.9-13). O amor jamais vai acabar porque, agora, em parte conhecemos e, em parte, profetizamos. Porém, quando Jesus voltar em sua majestade e glória, inaugurando o que é perfeito; então, o que é em parte, será aniquilado. Agora, vemos como em espelho, obscuramente; então, veremos face a face. Quando Jesus voltar e recebermos um corpo imortal, incorruptível, glorioso, poderoso, espiritual, celestial, semelhante ao corpo de sua glória, então, conheceremos como também somos conhecidos. Agora, permanecem a fé, a esperança e o amor, estes três; porém o maior destes é o amor. No céu não precisaremos mais de fé nem mesmo de esperança, porém, o amor será o oxigênio do céu, o fundamento de todas as nossas relações pelo desdobrar da eternidade. Porque Deus é eterno e amor, o amor dura para sempre. Ainda que o sol pudesse perder sua luz e sua claridade; ainda que as estrelas deixassem de brilhar no firmamento; ainda que os mares secassem e os prados verdejantes se tornassem desertos tórridos, ainda assim, o amor continuaria sobranceiro, vivo e vitorioso para sempre e sempre. O amor jamais acaba. O amor é a verdadeira marca do cristão, desde agora e para sempre!

Rev. Hernandes Dias Lopes
Clique para ler a matéria completa ►

Reflexão Bíblica: JESUS, A PROSTITUTA E O RELIGIOSO (1ª PARTE)




UMA PROSTITUTA ARREPENDIDA


Lucas 7.36-50

Hoje em dia, as pessoas querem Jesus, mas também desejam viver em seus pecados. É comum alguém dizer que tem Jesus, mas vive transando em motéis como se fosse algo normal. Ou alguém ganhar dinheiro desonestamente e dar o dízimo sem nenhum problema de consciência. Ou tratar muito mal a família e estar no domingo levantando as mãos no louvor em um culto. Parece que não há mais o ensino bíblico de que viver com Jesus significa rejeitar o pecado. A expressão “eu me arrependo, Senhor” sumiu das orações. Hoje, com Jesus no coração, cabe tudo na vida, inclusive os pecados. Será que o Evangelho aceita este tipo de atitude? É o que veremos no texto de Lucas 7.36-38. Esta é a primeira parte de um texto maior que compreende Lucas 7.36-50, onde atuam três personagens: Jesus, uma prostituta e um religioso.

Um fariseu convida Jesus para jantar em sua casa (v. 36). Não nos é dito o nome da cidade, mas o fariseu era famoso nela. Fariseus eram homens muito religiosos que seguiam corretamente e ao pé da letra a Lei de Moisés, que regulava a vida religiosa dos judeus. Formavam uma casta religiosa muito acima do povo ao qual desprezavam. Nesta época, já há um mal estar entre Jesus e os fariseus, porém Jesus, muito sociável, aceita o convite e vai jantar. Para entendermos esta história, preciso falar como era um jantar naquela época. Não havia cadeiras e mesas como há hoje. O jantar era servido sobre uma toalha no chão. As pessoas se reclinavam rente ao chão e havia almofadas no qual eles se apoiavam com o braço esquerdo para comer com o direito. Não havia talheres e comia-se com as mãos. Por conseguinte, os pés ficavam para fora da mesa. Num jantar público como este, só os convidados estavam à mesa, mas a porta da casa do anfitrião ficava aberta e qualquer pessoa da cidade podia entrar e assistir ao banquete. Sendo Jesus uma pessoa famosa, podemos imaginar que a casa do fariseu estava cheia de pessoas assistindo o banquete. Uma mulher pecadora ficou sabendo que Jesus estava jantando na casa do fariseu (v. 37). “Mulher pecadora”, na época, era uma forma de dizer “prostituta”, assim como hoje usamos a expressão “garota de programa”. Parece-me que a palavra “prostituta” ofende os homens e preferem então trocá-la por outra. A cidade não era grande, logo ela era uma “pecadora” bem conhecida ali. Por ser uma mulher discriminada, podia muito bem ter ficado no seu canto, mas, assim que soube, pegou um perfume muito caro (mirra) em um vaso de alabastro que também era caríssimo. Todas as suas economias advindas da prostituição estavam naquele vaso e perfume. E lá foi ela em direção à casa do fariseu com seu vaso de perfume. Ela sabia que poderia entrar porque a porta estaria aberta, mas era grande a audácia e coragem daquela mulher entrar na casa de um “santo” fariseu.

Ela estava muito determinada no que ia fazer. Ela entra na casa e coloca-se aos pés de Jesus, por detrás. Creio que imediatamente fez-se silêncio total na casa do fariseu. Todos estavam atentos ao que ia acontecer. Ela não podia chegar até a cabeça de Jesus para ungi-lo por causa da posição dele e dos demais convidados. Por isso, para aos seus pés (v. 38). Veja bem: ela ia ungir os pés de Jesus com o perfume, mas diante dele, começa a chorar copiosamente. Por que ela chora? Ela chora por ela e por sua vida de pecado. Das duas uma: ou aquela mulher tinha ouvido uma mensagem de Jesus ou tinha tido uma conversa pessoal com ele antes de entrar na casa. De qualquer forma, as palavras de Jesus levaram-na a pensar acerca de si mesma e da vontade de Deus para ela. O choro dela aos pés de Jesus era um choro de pesar, de lamento por sua própria vida cheia de pecados e erros. E mais, ela estava declarando que, por causa dele, ela estava se arrependendo da vida que levava e mudando sua história. Aquela mulher estava abandonando a prostituição para viver uma vida debaixo da vontade de Deus. Prezado leitor: encontrar-se com Jesus significa arrepender-se dos pecados que se tem, abandoná-los e seguir novo rumo de vida. Suas muitas lágrimas molharam os pés de Jesus e ela, soltando seus longos cabelos, enxuga-os. Era uma vergonha para uma mulher soltar seus cabelos em público. Mas, se é para Jesus, ela assumia esta vergonha. Depois beijou os pés de Jesus em profunda reverência, pois este era o costume diante de um mestre muito importante. Depois disto, ela ungiu seus pés com o perfume que trouxera. Ou seja, tudo que tinha conseguido na vida, agora era para Jesus, para honrá-lo, para fazê-lo feliz. Isto é arrependimento!

Leitor: qual é o pecado que você carrega consigo? Um amante? Drogas? Embriaguez? Desonestidade com o dinheiro de algum tipo? Péssimos relacionamentos na família ou com outras pessoas? Maus pensamentos constantes? Diante deste amado Salvador, que é Jesus, o que você vai fazer? Continuar na mesma situação ou arrepender-se e mudar de vida?

Fonte: Portal Batista
Clique para ler a matéria completa ►

sábado, 29 de agosto de 2015

Educação: Como colocar as redes sociais a serviço da educação

IMG_0993

Nos dias de hoje, as Tecnologias da Informação e Comunicação – as famosas TIC – ocupam espaço considerável dentro da sala de aula, muitas vezes contra a vontade do professor. Cansados de competir pela atenção dos alunos com smartphones, tablets e seus hipnotizantes aplicativos, professores(as) têm a opção de juntar-se a eles, utilizando essa tecnologia a seu favor.
Segundo a nova Política de Ensino da Rede Municipal do Recife, lançada em fevereiro pela PCR, é necessário que a escola pública seja cada vez mais atraente e dinâmica na formação dos estudantes. Para isso, a Política recomenda fortemente a inserção das TIC como instrumento de apoio à aprendizagem, reconhecendo que crianças, jovens e adultos são seduzidos pelo potencial de interação e socialização dessas tecnologias. Porém, o verdadeiro desafio é descobrir como essas ferramentas podem ser inseridas na sala de aula de modo que não sejam apenas meios, mas possuam fins pedagógicos em si mesmas. Sobre isso, o próprio texto da Política faz uma provocação que considero fundamental: “é possível educadoras(es) e educandas(os) serem produtores e não apenas telespectadores e consumidores das mídias?
Para ajudar a pensar essa questão, selecionei uma matéria do portal Porvir com 30 dicas para ensinar com ajuda das redes sociais. O portal reuniu ideias de várias fontes sobre como utilizar Facebook, Twitter, Google+ e YouTube, não só para mostrar aos estudantes o que essas redes já oferecem, mas para engajá-los na produção de conteúdo relacionado ao que está acontecendo na sala de aula. As dicas vão desde de criar uma página do Facebook que os alunos gerenciem e alimentem, treinando suas habilidades jornalísticas, a publicar no Twitter desafios diários de matemática para os alunos resolverem e compartilharem seus resultados na rede social. Vale a pena conferir e se inspirar!
A gente também se inspirou e compartilha com vocês uma ideia que pode virar realidade com a ajuda da SomosProfessores.org. A matéria do Porvir oferece várias dicas de como aproveitar ao máximo o conteúdo disponível no YouTube; mas, e se os alunos também pudessem ser produtores de conteúdo neste espaço?
Sugestão de Projeto:

Criar um canal coletivo no YouTube para exibição de experimentos científicos, performances artísticas, receitas culinárias, ou o que desejarem.

Será necessário:

1x câmera de filmar digital
1x instrumento de captação de áudio
1x fonte de luz para estúdio
1x tripé
1x computador para editar os vídeos e colocá-los no ar.
• Itens diversos para encenação e produção da atividade que será gravada.

Para atender ao desafio inescapável de unir tecnologia e educação é preciso, antes de tudo, estimular a própria criatividade. E foi justamente para isso que a SomosProfessores.org surgiu: nossa missão é ajudar a dar asas a imaginação dos professores e professoras da rede pública.
Luiza Dantas é Coordenadora de Projetos da SomosProfessores.org
Clique para ler a matéria completa ►

Educação: 10 dicas de como elaborar bons itens de múltipla escolha

Instrumento sempre presente na avaliação dos alunos, os testes exigem boa formulação


Os testes de aproveitamento desempenham uma função importante em sala de aula, uma vez que são frequentemente usados para compor as notas dos alunos. Mas será que os professores estão planejando testes que realmente avaliam os alunos e os auxiliam a identificar dificuldades de aprendizagem?

Antes de elaborar o teste, o professor deve ter em mente o que será medido. Uma boa forma de organizar o que será avaliado é criar uma matriz de referência dos objetivos educacionais. Os descritores devem focar os resultados de aprendizagem – um erro muito comum é a formulação de objetivos que focalizam a atividade de ensino, as experiências de aprendizagem do processo de ensino, os assuntos a serem tratados, ou mais de um tipo de resultado de aprendizagem, por exemplo.

O passo seguinte, e fundamental para uma avaliação adequada dos alunos, é a criação dos itens de múltipla escolha. Esse tipo de questão apresenta várias vantagens porque são fáceis de marcar, práticos para exames de larga escala e adaptáveis a vários níveis de operações mentais.

Veja abaixo 10 dicas de como elaborar bons itens.

1) Planeje cada item para medir um único resultado de aprendizagem

O correto é escolher o descritor e, depois, o texto-base, e não tentar “encaixar” um item em um descritor, depois de pronto. Por isso é importante fazer uma vasta pesquisa de textos e temas em fontes diversas e não se restringir aos livros didáticos.

2) Procure minimizar o tempo de leitura do estudante

Evite textos-base com mais de 15 linhas.

3) Use linguagem direta e adequada à faixa etária do aluno

Evitar pegadinhas, pois elas podem pegar tanto os alunos que não sabem a resposta, como os que sabem.

4) Evite informações desnecessárias no texto-base

Mas lembre-se que ele deve conter todas as informações necessárias para a resolução do item.

5) Na construção do enunciado, apresente um único problema claramente formulado

Uma dica é formular o enunciado como pergunta a ser respondida ou como uma frase para ser completada.

6) Formule enunciados com proposições positivas e evite termos absolutos

-> Não se deve empregar termos como “exceto”, “não”, “nunca”, “errado”.
-> Não utilize termos como “somente”, “sempre”, “exclusivamente”.

7) Não formule alternativas com opções absurdas

-> Os distratores devem ser plausíveis, ou seja, uma alternativa que, para o aluno que não dominou a habilidade, parece a correta. 
-> Uma ideia é incorporar erros comuns dos estudantes como distratores.

8) Construa alternativas com tamanho similar

Uma opção muito longa destacada na resposta pode indicar ao aluno que aquela é a resposta correta.

9) Evite itens baseados em opiniões

Esse tipo de item geralmente é ambíguo e pode gerar confusões.

10) Use itens de múltipla escolha para mensurar o raciocínio, e não somente para a memorização

O grande desafio é construir itens para operações cognitivas de alto nível. Evitar conhecimentos ultra específicos ajuda a fugir da memorização.

Fonte: Curso “Avaliação e análise de itens pela Teoria Clássica dos Testes (TCT)” – Érica Maria Toledo Catalani
Clique para ler a matéria completa ►

Educação: Entre os best-sellers e os clássicos da literatura: os desafios da formação de leitores no ensino fundamental 2

Gustavo Morita
Clube do livro da EMEF Morro Grande (SP)

Em um contexto de pouca valorização da leitura, como a escola pode contribuir para a formação de leitores no Brasil? Como superar seus desafios e formar leitores autônomos que gostem de ler? Ensinar algo tão grandioso é uma tarefa desafiadora, mas, talvez por isso mesmo, uma das mais fantásticas que existem. 

Durante a adolescência, ajudar o aluno a encontrar o meio termo entre a leitura de best-sellers e de clássicos da literatura parece ser um dos maiores objetivos dos professores. 
Veja abaixo o cenário da formação de leitores no ensino fundamental 2, seus desafios e exemplos de práticas.

Cenário

Essa é uma fase transitória carregada de mudanças e transformações no processo de maturação cerebral. "Geralmente, é aqui que surgem as consequências de não se ter aprendido princípios da sintaxe, regência verbal e tabuada", diz a neurocientista Elvira Souza Lima. Ao mesmo tempo, os alunos não têm mais uma professora responsável por eles exercendo a função de guia. Quanto aos livros, o leitor juvenil sente-se atraído por best-sellers que abordam de sagas vampirescas a romances e aventuras. Seus amigos e a mídia também o empurram nessa direção. Como lidar se nem sempre os títulos comerciais possuem o mínimo de qualidade?

Desafio

Encontrar o meio-termo entre a leitura de best-sellers e a literatura de qualidade e, ao mesmo tempo, tratar o hábito de ler de forma espontânea. "O importante é desenvolver a prática e promover a avaliação sobre o que se está consumindo", diz Zoara Failla, do Instituto Pró-Livro. "Acho muito bom que os jovens leiam esse tipo de texto, mesmo que muitas vezes o mundo adulto os desqualifique. Depois, é só consolidar esse interesse e oferecer os clássicos, para os quais os mais novos ainda não têm fôlego", diz Gilda Carvalho, da Unesp.

Exemplos de prática

É preciso que os livros estejam à mão das crianças. Para isso, recomenda-se a visita sistemática semanal à biblioteca com o empréstimo de obras. Leitura compartilhada e saraus literários também aproximam autores e leitores. É fundamental que o professor possa ajudar o jovem a encontrar o melhor título para ele: que atenda aos seus anseios, mas que o desafie para um grau de dificuldade maior, contribuindo para sua formação. "Ao criar espaço para discutir os best-sellers, o professor pode aproveitar para fazer um contraponto com histórias da literatura nacional ou universal", defende Volnei Canônica, do Instituto C&A. A ideia é mostrar que há uma gama de enredos com os mesmos temas.

Fonte: Revista Educação UOL
Clique para ler a matéria completa ►

sexta-feira, 28 de agosto de 2015

Por que decidi processar Gilmar Mendes

por Luis Nassif/Carta Capital

A intenção é colocar à prova a crença de que não existem mais intocáveis no país. É um cidadão acreditando na independência de um poder

Carlos Humberto/ SCO/STF
Gilmar Mendes

O Ministro Gilmar Mendes me processou, um daqueles processos montados apenas para roubar tempo e recursos do denunciado. Eu poderia ter ficado na resposta bem elaborada do meu competente advogado Percival Maricatto.

Mas resolvi ir além.

Recorri ao que em Direito se chama de "reconvenção", o direito de processar quem me processa.

A razão foram ofensas graves feitas por ele na sessão do TSE (Tribunal Superior Eleitoral) na qual não conseguiu levar adiante a tentativa canhestra de golpe paraguaio, através da rejeição das contas de campanha de Dilma Rousseff.

Todo o percurso anterior foi na direção da rejeição, inclusive os pareceres absurdos dos técnicos do TSE tratando como falta grave até a inclusão de trituradores de papel na categoria de bens não duráveis.

Não conseguiu atingir seu propósito graças ao recuo do Ministro Luiz Fux, que não aceitou avalizar sua manobra. Ele despejou sua ira impotente sobre mim, valendo-se de um espaço público nobre: a tribuna do TSE.

“Certamente quem lucrou foram os blogs sujos, que ficaram prestando um tamanho desserviço. Há um caso que foi demitido da Folha de S. Paulo, em um caso conhecido porque era esperto demais, que criou uma coluna 'dinheiro vivo', certamente movida a dinheiro (...) Profissional da chantagem, da locupletação financiado por dinheiro público, meu, seu e nosso! Precisa ser contado isso para que se envergonhe. Um blog criado para atacar adversários e inimigos políticos! Mereceria do Ministério Público uma ação de improbidade, não solidariedade”.

O que mereceria uma ação de improbidade é o fato de um Ministro do STF ser dono de um Instituto que é patrocinado por empresas com interesses amplos no STF em ações que estão sujeitas a serem julgadas por ele. Dentre elas, a Ambev, Light, Febraban, Bunge, Cetip, empresas e entidades com interesses no STF.

Não foi o primeiro ato condenável na carreira de Gilmar. Seu facciosismo, a maneira como participou de alguns dos mais deploráveis factoides jornalísticos, a sem-cerimônia com que senta em processos, deveriam ser motivo de vergonha para todos os que apostam na construção de um Brasil moderno. Gilmar é uma ofensa à noção de país civilizado, tanto quanto Eduardo Cunha na presidência da Câmara Federal.

A intenção do processo foi responder às suas ofensas. Mais que isso: colocar à prova a crença de que não existem mais intocáveis no país. É um cidadão acreditando na independência de um poder, apostando ser possível a um juiz de primeira instância em plena capital federal não se curvar à influência de um Ministro do STF vingativo e sem limites.

Na resposta, Gilmar nega ter se referido a mim. Recua de forma pusilânime.

“o Reconvindo sequer faz referência ao nome do Reconvinte, sendo certo que as declarações foram direcionadas contra informações difamatórias usualmente disseminadas por setores da mídia, dentro dos quais o Reconvinte espontaneamente se inclui”.

Como se houvesse outro blog de um jornalista que trabalhou na Folha, tem uma empresa de nome Agência Dinheiro Vivo e denunciou o golpe paraguaio que pretendeu aplicar na democracia brasileira.

A avaliação do dano não depende apenas da dimensão da vítima, mas também do agressor. E quando o agressor é um Ministro do Supremo Tribunal Federal, que pratica a agressão em uma tribuna pública - o Tribunal Superior Eleitoral - em uma cerimônia transmitida para todo o país por emissoras de televisão, na verdade, ele deveria ser alvo de um processo maior, do servidor que utiliza a esfera pública para benefício pessoal.
Clique para ler a matéria completa ►

Em parceria com o Instituto Tim, Governo do Maranhão lança o projeto “Círculo da Matemática”


Resultado de imagem para governo do maranhão

Buscando melhorar o aprendizado da matemática de crianças de escolas públicas maranhenses, foi lançado o projeto ‘”Círculo da Matemática”, uma nova proposta do ensino da Matemática realizada pelo Instituto Tim com o apoio do governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado da Ciência Tecnologia e Inovação (Secti). O secretário, Bira do Pindaré, representou o governador Flávio Dino no evento e anunciou aos professores presentes à criação do “Cred Ciência”, que será oferecido a professores da rede pública municipal e estadual para compra de livros durante a Feira do Livro e Semana Nacional de Ciência e Tecnologia.
Na oportunidade, secretário explicou que a secretaria irá abrir em breve as inscrições para os professores interessados em obter o crédito: “Esta é uma forma de fomentar estes dois importantes eventos, do governo do Estado e da Prefeitura. Será um crédito de R$ 150,00 para que professores possam comprar livros durante o evento. Estamos fazendo um convênio com a Associação dos Livreiros e o crédito só poderá ser gasto durante a feira, quando o professor terá o mesmo disponibilizado”.

Ao falar sobre o projeto, Bira do Pindaré destacou que a Matemática é estratégica na formação de qualquer indivíduo do ponto de vista do conhecimento, da ciência e da tecnologia: “Este é nosso objetivo como Secretaria da Ciência e Tecnologia, apoiar todos os organismos no sentido e fortalecer aquilo que engrandece a ciência e tecnologia no Maranhão”, disse.

O secretário disse que a melhoria do ensino na rede pública é prioridade do governador Flávio Dino: “Temos o menor número de mestres e doutores, o menor número de pessoas graduadas do Brasil e o nosso investimento no estímulo e incentivo, para que as pessoas participem e procurem um caminho do ponto de vista da ascensão acadêmica, e fundamental porque sem isso não tem ciência e tecnologia”, completou o secretário.

O apoio que o governo do Estado tem dado a ações que promovam a melhoria do ensino-aprendizado recebeu o reconhecimento dos presentes no evento. O secretário Geraldo Castro destacou que o governador Flávio Dino e o secretário Bira do Pindaré tem feito um importante trabalho de conexão com os municípios garantindo todos os esforços para que os municípios recebam apoio necessário para a melhoria da educação do Estado. “Aqui é a prova concreta disso e agradeço em nome do prefeito Edivaldo e de todos os professores que aqui estão”, disse.

Durante sua fala a representante do Instituto Tim, Jackeline Barra, parabenizou o governo do Estado e a Secti que têm sido grandes parceiros não somente no projeto “Circulo da Matemática do Brasil”, mas também em outros projetos no âmbito da ciência e tecnologia: “Todo esse trabalho é focado nos educadores e para nós é um prazer estarmos aqui lançando esse projeto. O Círculo da Matemática é uma forma que escolhemos de compartilhar a satisfação de está na sala de aula das escolas públicas ao lado de centena de professores e mais de cinco mil alunos que participam do projeto este ano”, disse Jackeline.

O Círculo da Matemática do Brasil oferece prioritariamente aulas de matemática para crianças dos anos iniciais do ensino fundamental em turmas pequenas de máximo 10 alunos de acordo com uma metodologia participativa e lúdica. As aulas são lideradas por educadores brasileiros capacitados na metodologia do renomado enfoque pedagógico do ‘The Math Circle’ desenvolvido pelos professores Bob e Ellen Kaplan da Universidade de Harvard, e adaptada ao contexto brasileiro. As aulas do círculo não substituem as da grade curricular de matemática das escolas, são aulas extras e ocorrem uma vez por semana para cada turma.

Para a professora Magda Santos, que participou da capacitação, o projeto é muito importante devido à necessidade de melhorar o aprendizado do aluno nesta disciplina: “Tudo que é pensando no sentido de tornar a disciplina mais atrativa para o aluno é muito bem-vindo para nós educadores”, disse. “Esse projeto é muito interessante porque ele desmitifica a ideia de que a matemática é muito difícil, tira o medo do aluno e isso com certeza resulta em um melhor aprendizado”, completou a diretora da Escola Menino Jesus de Praga, Mery Bogéa.

Fonte: Maranhão da Gente
Clique para ler a matéria completa ►

JORNALISTA é preso pelo assassinato de travesti em THE


O professor e jornalista Luis Augusto Antunes, de 31 anos, foi preso no bairro Aeroporto, apontado pela polícia como suspeito de assassinar Maciel Batista Ismael Sousa, conhecido como a travesti Makelly Castro. O corpo da vítima foi encontrado no dia 18 de julho de 2014, parcialmente despido e de braços abertos, em um terreno baldio próximo ao Distrito Industrial, zona Sul de Teresina.

Segundo nota da polícia civil, Makelly foi morta por asfixia.

As investigações do caso foram comandadas pela Delegacia de Homicídios. Presidido pelo delegado Higgo Martins, o inquérito acabou apontado que um dia antes do corpo de Makelly ser encontrado, o professor Luis Augusto foi visto em frente a uma boate no centro de Teresina, no momento em que a vítima entrou no carro do suspeito.

A polícia informou ainda que Luis Augusto, três meses antes do crime, teria tentado contra a vida de outro travesti, que na ocasião teria anotado a placa do veículo do professor. “O coordenador da Delegacia de Homicídios, Francisco Bareta, disse que após um trabalho detalhado de investigação de campo somado aos resultados de laudos periciais e provas testemunhais foi feita representação pedindo a prisão preventiva do acusado, concedida posteriormente pelo juiz Luís Moura da Central de Inquéritos”, traz a nota divulgada pela polícia.

travestiMakelly.jpg

Na Delegacia de Homicídios a reportagem do 180graus conversou com o advogado Marcus Vicinius Araújo. Ele contou que recebeu o mandado de prisão temporária contra o professor, que é também militante do PSTU, mas que vai argumentar contra as alegações da polícia que levaram à prisão do jornalista.

Uma das alegações será a respeito do veículo do professor, que para o advogado, tem uma cor muito comum. “Um Fiat Palio vermelho é muito comum, muita gente tem um carro nesse modelo”, disse o advogado, ao 180.

Ele argumentou ainda que no suposto momento do crime o jornalista estava na sede do PSTU e que ele não conhecia a travesti. Outro ponto questionado pelo advogado é um adesivo no veículo. Amigas de Makelly relataram à polícia que no carro que a pegou em frente à boate havia o adesivo de uma santa na traseira do veículo. “No carro do meu cliente há o adesivo de uma santa, mas no vidro da frente”, disse.

O delegado que presidiu o inquérito conversou com o 180. Ele explica que toda investigação partiu da placa do veículo informada pelas amigas de Makelly. Ao fazer a busca pela placa, os policiais descobriram que o carro estava no nome de um banco. Uma busca mais aprofundada levou até uma senhora aposentada, amiga do jornalista.

De idade avançada, a mulher cedia o veículo para Luis Augusto em troca de alguns favores, como levá-la ao médico, ao supermercado, por exemplo. E quando ela viajava, o carro era usado livremente pelo jornalista e naquele dia, segundo o delegado, ele usou o veículo para cometer o crime.
f4897c05feba21bb81ba6d71dd99e3ce.jpg
O delegado explicou ainda que a demora na elucidação do caso se deu por dois pontos específicos. Primeiro, por conta de um caso de agressão a uma travesti ocorrido na avenida Maranhão, que levantou suspeitas de que seria o mesmo responsável pela morte de Makelly. A polícia acabou descobrindo que não há relação entre os dois caso.

O segundo fato que retardou o fim das investigações foi a busca da polícia por detalhes do dia a dia do jornalista. Militante do PSTU, ele tem contato com membros de grupos GLBT e tem na sua agenda o contato de diversas outras travesti. A polícia descobriu ainda mensagens do suspeito marcando encontros com membros destes grupos.

Durante as investigações, a polícia detectou ainda que o jornalista trocou as calotas do carro, mudou o nível do fumê e ainda, tirou o adesivo que estava na traseira do veículo. Ele inicialmente negou seu envolvimento com o caso, mas a polícia diz não haver dúvidas.


REPÓRTER: Gil Oliveira - Direto da Delegacia de Homicídios/Portal 180 Graus - Teresina.
Clique para ler a matéria completa ►

Escolas Públicas Municipais de Tuntum da zona rural recebem Internet da parceria Claro/MEC

Trinta e cinco (35) Escolas Municipais Públicas de Tuntum localizadas na zona rural do município receberam nos últimos 15 (quinze) dias internet de qualidade da parceria Claro/MEC.

O Programa Banda Larga nas Escolas do FNDE/MEC tem como objetivo conectar todas as escolas públicas à Internet, rede mundial de computadores, por meio de tecnologias que propiciem qualidade, velocidade e serviços para incrementar o ensino público no país. Essas conexões inicialmente serão mantidas de forma gratuita até o ano de 2025.


Em Tuntum,  o Programa Banda Larga nas Escolas conta com o aval e apoio do Prefeito Cleomar Tema através da Secretaria Municipal de Educação que sempre procurou firmar parceria com o MEC para a melhoria da educação pública do município agora com foco nas escolas da zona rural.

Segundo o Coordenador do Proinfo da Secretaria Municipal de Educação de Tuntum  Willansmar Silva(Mazinho): "35(trinta e cimco) escolas da zona rural de Tuntum foram beneficiadas com acesso gratuito à internet. Isso mesmo! Milhares de estudantes de povoados passam a ter acesso (a maioria pela primeira vez) à rede mundial de computadores. Ou seja, mesmo estando em locais distantes do centro urbano, alunos e professores poderão se conectar à grande rede, recebendo informações em tempo real e abrindo possibilidades de ampliar seus conhecimentos, bem como realizar trabalhos de pesquisas com mais facilidade".


Técnicos da operadora de telefonia (Claro) realizaram a montagem do equipamento nos últimos quinze dias, algumas escolas já estão conectadas. Os kits são compostos de antena, roteador, chip e cabos. 

Mazinho afirmou, ainda, que "algumas escolas da zona rural de Tuntum  ainda não podem usufruir da Internet por conta de algumas torres da Operadora (Claro), não estarem ativadas, o que segundo os técnicos após a instalação do equipamento em todas as escolas contempladas pelo Programa em todo o Brasil, a Operadora iniciará a ativação das mesmas. "


Relação das escolas da zona rural de Tuntum contempladas com o "Programa Banda Larga nas Escolas" do FNDE/MEC: 

Bio Nazioseno (Pov. Aldeia), Mª do Socorro A. Saraiva (Pov. Serra Grande), Santa Ana I (Associação Paca), João Ricardo (Pov. Paca), Luis Coelho (Pov. Arroz), 13 de Maio (Pov. Centro dos Teixeiras), Santos Dumont (Pov. Alto do Coco), Alberto F. Viana (Pov. Capim), Raimundo J. da Cunha (Pov. Cigana), Ver. Carlos Augusto da Cunha (Pov. Ipu-Iru), Dr. Matos Carvalho (Pov. Veneza), Nelson C. Cunha (Pov. Samborá II), José Uruçu da Silva (Pov. Genipapo), Agrovila O. Muniz (Pov. Agrovila O. Muniz), Martins Dourado (Pov. Javém), Silvano G. de Almeida (Pov. São Lourenço), Isabel Ramos (Pov. São Lourenço), Rui Barbosa (Pov. Santa Rosa), EM Brasil (Pov. São J. dos Melos), Gonçalves Dias (Pov. S. B. de Cima), Raimundo N. Galvão (Pov. Caxixi), Joana Mª. de Jesus (Pov. Brejo do João), Manoel V. de Figueiredo (Pov. S. B. de Baixo), Astolfo S. de Carvalho (Pov. Belém), Agenor Bílio (Pov. Belém), Antonio Boieiro (Pov. Baixão Grande), Tiradentes (Pov. Novo Marajá), Tomaz A. Léda (Pov. Mato Verde), José M. da Costa (Pov. São Miguel), Gonçalves Dias II (Pov. São Bentinho), Raimundo A. Costa (Pov. Creoli do Binha).

Clique para ler a matéria completa ►

quinta-feira, 27 de agosto de 2015

PDT do Maranhão divulga vídeo para Convenção Estadual, nesta sexta-feira(28) - Clique e Veja

Clique para ler a matéria completa ►

Prefeitos do Piauí fazem caminhada contra crise dos municípios

Por Raiana Albuquerque/Portal AZ

Prefeituras de todo o Piauí estão com suas portas fechadas nesta quinta-feira (27). Os gestores, juntamente com seus secretários, se reuniram na Assembléia Legislativa, onde se debateram e entregaram documentos aos deputados. Em seguida, seguiram para o Palácio de Karnak, para uma reunião com o governador Wellington Dias. Dos 224 prefeitos piauienses, 168 confirmaram presença na manifestação.


“A gente vem sofrendo um arrocho há muito tempo, e as despesas só aumentam. Se nossa situação antes era de sufoco, hoje ela é de estrangulamento. O objetivo desse ato é expor nossa situação ao poder público e à sociedade. Esperamos que os deputados busquem soluções junto ao Governo do Estado”, afirmou o presidente da Associação Piauiense de Municípios (APPM), Arinaldo Leal. 



O presidente da Assembléia, Themístocles Filho participou da reunião e falou da importância de unir forças para conquistar melhorias para cada município. “Infelizmente a situação do Piauí não é boa, principalmente a questão da saúde e da falta de água, mas no meu entender, só quem pode resolver esse problema é o governo federal. Aqui nós vamos dar total apoio aos prefeitos. A sociedade precisa saber que são as prefeituras que estão pagando por serviços que são de obrigação do governo federal”, afirmou Themístocles. 


Saúde, transporte e merenda escolar, falta de água, energia, obras e pagamentos atrasados são os principais problemas destacados pelos prefeitos durante a reunião. Além disso, os prefeitos cobram pelo cumprimento da Emenda Constitucional 84/2014, que determina o aumento de 1% no Fundo de Participação dos Municípios (FPM). 


“Muitas vezes temos que prestar serviços que não é nossa obrigação, sendo que nós não temos condição de prestar nem os serviços que é de nossa obrigação. Na maioria dos municípios, nós temos que pagar a realização de cirurgias, que é obrigação do SUS através dos estados, então nós queremos que o Governo do Estado tome as providências. Queremos nos somar à Assembléia e ao Governo do Estado pra buscar soluções para essa crise”, disse Arinaldo. 


A presidente do Conselho Estadual de Secretarias municipais de Saúde do Piauí (Cosems-PI), Leopoldina Cipriano, falou do sub-financiamento que a saúde vem sofrendo em todo o Brasil, e afirmou que essa é a pasta mais prejudicada. 


“Os repasses estão com repasses atrasados, tanto do governo federal, quanto do estadual. Nossos hospitais de pequeno porte também estão com repasses atrasados, e metade do repasse do décimo terceiro dos funcionários dos hospitais também está atrasado. Além desses atrasos, temos atrasos nas obras que estão sendo construídas nos municípios. Faltam medicamentos, profissionais e cada dia menos. Nos últimos anos, o município tem assumido o papel de gerir a saúde sozinho, a gente gasta em média 15% dos recursos que entram na prefeitura, e não é suficiente. E há um sub-financiamento por parte do governo federal e estadual que não aumentam os valores de repasse e nem passam de forma contínua esses valores”, afirmou a presidente.

Clique para ler a matéria completa ►

Prefeitura de Tuntum desmente notícia do blog de Gilberto Léda


Dr. Tema desmentindo o Blog de Gilberto Léda

A Prefeitura Municipal de Tuntum, através do seu titular, o Prefeito Cleomar Tema (PSB),  rebateu com veemência a matéria veiculada pelo blog de Gilberto Léda, nesta quarta-feira(26), sobre contrato de passagens áreas que o blogueiro insinua como motivo de atrasos de salários de funcionários públicos municipais.

Sem conhecer o teor do contrato apresentado na matéria  e desconhecer profundamente a realidade administrativa do município, o blogueiro Gilberto Léda mente ao afirmar que a Prefeitura de Tuntum vai gastar R$ 160.000,00 (cento e sessenta mil reais) com passagens aéreas para o prefeito e os seus auxiliares diretos em 2015. Segundo Dr. Tema "não existe isso, pois a publicação do contrato apresentado na matéria é apenas uma previsão de despesas orçamentárias para esta área e que até o mês de agosto de 2015 não gastou 10%  do valor veiculado no blog de São Luís". 

"O blogueiro de São Luís deve saber que os municípios brasileiros não podem comprar passagens aéreas sem contrato de licitação com empresas que atuam nesta área e que previsões de despesas podem ser gastas na totalidade, ou não", disse Tema. O prefeito de Tuntum foi mais além e reafirmou "até o mês de agosto a Prefeitura de Tuntum não gastou 10% do valor do contrato e que a maioria das viagens foram feitas por mim a Brasília em caráter de urgência para atender ao chamamento de deputados sobre os interesses administrativos  de Tuntum".

Dr. Tema foi além ao dizer, ainda,  "que os atrasos de salários de algumas secretarias da administração municipal  advém da diminuição constante dos repasses do FPM e da crise financeira do país que se abateu, também, sobre todos os municípios brasileiros, inclusive Tuntum", mas que está procurando resolver nos próximos dias esta pendência.

Ainda sobre a matéria mentirosa do Blog de Gilberto Léda, Cleomar Tema autorizou a CPL de Tuntum a fazer o levantamento das despesas reais que o município fez de janeiro a agosto de 2015 com o pagamento de passagens aéreas para ser divulgado pela imprensa e para o povo do Tuntum nas próximas horas.

Clique para ler a matéria completa ►

"Nossa Pizza" muda de endereço


Sempre pensando na satisfação da sua clientela, a Nossa Pizza,  no final da tarde de ontem(26), ofereceu um coquetel para  apresentar o novo endereço do empreendimento a sociedade tuntunense. 
Localizada, agora, na Praça Jorge Rachid, mais conhecida com Praça do Fórum, centro  de Tuntum, a Nossa Pizza continuará oferecendo um atendimento "vip" aos seus antigos e novos clientes num ambiente aprazível com a cara da família, além, das suas pizzas de sabores diversos, sucos de frutas e refrigerantes e um atendimento de qualidade.
A Nossa Pizza é um empreendimento nascido do sonho da Professora Carmélia, esposa do Pastor Evangélico Sérgio Luís da 1ª ICE Tuntum que trouxe para Tuntum as melhores pizzas da região o que transformou a pizzaria num "point" obrigatório da cidade.
A Nossa Pizza continuará funcionando no novo endereço sempre nos principais dias da semana a partir das 17 horas, oferecendo, também, o serviço de entregas de pizza a domicílio.

Clique para ler a matéria completa ►

Estado antecipa pagamento dos servidores nesta sexta-feira (28)


Resultado de imagem para governo do maranhão


Os servidores do Estado terão seus pagamentos antecipados para esta sexta-feira (28). Pelo calendário, o pagamento seria efetuado no dia 1º de setembro, mas devido à viabilidade financeira do Estado, será adiantado, como vem ocorrendo desde o início da gestão, por determinação do governador Flávio Dino.

Atualmente, o Estado conta com mais de 110 mil servidores, entre ativos e inativos, que são beneficiados diretamente com a efetivação do pagamento dentro do mês trabalhado. 


Os contracheques já estão disponíveis para consulta online, no Portal do Servidor. Para acessar, é necessário apenas ter senha de acesso, que pode ser cadastrada presencialmente na sala do Portal do Servidor (localizada no Edifício Clodomir Milet, s/nº,térreo), ou pelos telefones(98) 99611-2893 e (98) 98234-2451 (as ligações podem ser efetuadas a cobrar, porém não será aceito o envio de mensagens para solicitação de atendimento).

Fonte: Governo do Maranhão
Clique para ler a matéria completa ►

quarta-feira, 26 de agosto de 2015

Aliados da família Sarney na Assembleia são envolvidos em escândalos da CPI no Estado


Ao assumir a sede do Executivo estadual, o governador Flávio Dino criou a Secretaria de Transparência e Controle para coordenar auditorias sobre irregularidades nas pastas da gestão anterior. Nomes como os das deputadas Andréa Murad e Nina Melo são diretamente ligados com algum benefício provindo de recursos da Secretaria de Saúde no governo Roseana Sarney articulados pelos seus respectivos pais, Ricardo Murad ( ex-gestor da pasta da Saúde) e Arnaldo Melo ( ex-governador no últimos dias de mandato do grupo Sarney), para financiar suas campanhas.

Além de graves suspeitas de superfaturamento, que chegavam a duplicar os valores de contratos na Secretaria de Saúde, e de pagamentos de obras inexistentes em novas unidades hospitalares, muitas delas sem uso, a gestão de Murad é investigada por beneficiar as deputadas estaduais do PMDB eleitas em 2014.

Incumbido em fazer uma varredura para descobrir falcatruas, o secretário de Transparência e Controle, Rodrigo Lago identificou 1,2 mil processos empilhados e parados propositalmente no governo Roseana Sarney.

Com base nos dados da auditoria conclusiva da Secretaria de Transparência, Andrea utilizou um helicóptero contratado com recursos da pasta comandada por seu pai para realizar viagens de campanha em 2014.

Entenda o esquema

Em 18 de setembro do ano passado, a menos de um mês das eleições, a então candidata Andrea Murad viajava em um helicóptero alugado pela Secretaria de Saúde quando fez um pouso forçado na região de São João dos Patos, a 545 quilômetros de São Luís. A aeronave pertencia à PMR Táxi Aéreo, cujo proprietário, Cristiano Lindner Ribas, doou por intermédio de outra empresa 120 mil reais para a campanha de Andrea. Em oitivas conduzidas pelas autoridades estaduais em maio e junho deste ano, pilotos da PMR afirmaram que o helicóptero era de uso exclusivo da pasta, pois era o único da empresa adaptado para transportar pacientes. Ainda assim, o diário de bordo indica que 12 dos 21 voos realizados em setembro tiveram como destino a cidade de Coroatá. Os pilotos confirmaram que transportaram Andrea em diversas ocasiões no helicóptero durante a campanha. Em nota, a deputada afirma que a PMR era a única empresa de táxi aéreo homologada no estado e que os serviços foram contratados, pagos e declarados à Justiça Eleitoral.

Fonte: Maranhão da Gente
Clique para ler a matéria completa ►