segunda-feira, 1 de fevereiro de 2016

Entusiasmo marca a volta às aulas nas escolas do Sistema Estadual de Ensino

Aula inaugural no Centro de Ensino, Maria Casimiro Soares, na regional de Bacabal, onde 100% das escolas iniciaram as aulas

Governo do Maranhão - Os mais de 350 mil estudantes do Sistema Estadual de Ensino, que iniciaram o ano letivo nesta segunda-feira (1º), levaram para a sala de aula muito entusiasmo e alegria. 

“Estou muito feliz e cheio de expectativas, série nova, tem alguns amigos novos, também. Quero continuar dando o meu melhor e acho que vai ser ótimo”, disse Jordano Gabriel Melo Mazine, 11 anos, estudante do 7º ano, da UI Clarindo Santiago, no bairro Olho d’Água, em São Luís.

Para Ryan Campelo da Silva, 12 anos, colega de Jordano, é tempo de aproveitar e melhorar o rendimento escolar. “Eu fui mais ou menos no ano passado. Mas, este ano, eu quero melhorar as notas e sei que vou contar com apoio dos meus professores que são muito bons”.

“Estamos cheios de otimismo por um ano ainda melhor; estamos começando com um quadro completo de professores e isso faz um diferencial muito grande porque vai contribuir pra um bom andamento das atividades. Tivemos uma ótima semana pedagógica, muito produtiva, com participação de 100% dos professores. E outro aspecto importante é o fato de o ano letivo terminar certinho, no dia 30 de dezembro. Então isso tudo é entusiasmante”, ressaltou Cristiane Prazeres Lima, gestora geral da UI Clarindo Santiago.

Cristiane Prazeres Lima ressaltou que outro bom motivo que a escola tem para começar o ano letivo cheio de entusiasmo é o aumento do número de alunos aprovados no seletivo do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Maranhão (Ifma). 

Em 2014, sete estudantes da escola passaram no seletivo. Este ano subiu para 12 alunos aprovados. “Nós implantamos um cursinho no ano passado destinado aos alunos do 9º ano e isso foi decisivo na melhoria do resultado. De 20 alunos, 12 passaram. Isso realmente nos anima a dizer que estamos no caminho certo”, comemorou a gestora. 

Técnicos da Secretaria de Estado da Educação (Seduc) acompanharam o início das aulas nas 19 Unidades Regionais de Educação (UREs), avaliando os pontos positivos e fazendo levantamento das demandas urgentes. Na capital, a secretária-adjunta de Ensino, Ilma Fátima de Jesus, e a Gestora da URE São Luís, Aparecida Medeiros, percorreram algumas escolas dando boas vindas e levando mensagens da Secretária de Estado da Educação, Áurea Prazeres. 

No CE Justino Pereira, no bairro da Cohab, o ano letivo iniciou-se com uma acolhida aos alunos, para os quais foi apresentado o quadro completo de professores. Além disso, a direção da escola apresentou um vídeo com uma retrospectiva das principais atividades realizadas em 2015, como uma forma de estimular os estudantes antigos a seguirem em frente e os novatos, para que possam se sentir entusiasmos e enturmados com a nova escola, que 1100 alunos nos três turnos. “Nós estamos convictos que este será um ano muito positivo. Então, vamos incentivar os nossos professores, nossos estudantes para que juntos possamos buscar melhores resultados. A semana pedagógica já foi muito boa e nos encheu de entusiasmo”, destacou Vânia Maria de Oliveira Menezes, gestora do CE Justino Pereira, na Cohab.

Neste ano letivo, cada escola deverá afixar em local visível o número de professores e a lista nominal dos docentes com a disciplina e carga horária específica, conforme instituiu o Governador Flávio Dino, no Decreto Nº 31.358 de 20 de novembro de 2015.

No CE Joana Batista, na Cidade Olímpica, os estudantes foram recepcionados com uma aula inaugural, onde foram apresentados o quadro de professores, além das normas e diretrizes da escola, direitos e deveres do aluno. E foi realizada uma palestra motivacional, com o tema: ‘Mentalidade para o Sucesso’. O objetivo é motivar a todos para vestir a camisa e buscar avanços na melhoria do ensino. “Começamos o ano reafirmando o nosso compromisso com o ensino e com foco no Enem. Sei que para isso, podemos contar com a parceria com os nossos professores”, comentou a professora Marcia Chagas Gomes, gestora do CE Joana Batista.

No CE Manoel Beckman, no bairro Bequimão, foi realizada uma palestra de boas-vindas aos estudantes. Para o estudante Henderson Veloso, que participa de vários projetos na escola, como o de música, a expectativa é de que a escola desenvolva bons projetos. “Espero compromisso da nova gestão escolar e que eles continuem os projetos legais que já temos na escola e venham outros projetos”, disse em relação à nova equipe gestora eleita no processo democrático para a função de gestor escolar promovido pelo Governo do Estado, por intermédio da Secretaria de Estado da Educação (Seduc).

Já Isabelle Silva, no último ano do Ensino Médio, só pensa em passar pra Medicina, ela sabe que na escola terá apoio. “Aqui temos um ensino de bom nível, temos regras, horário, e isso vai me ajudar a realizar o sonho (Medicina). Que a nova gestão mantenha o bom nível da escola”, falou Isabellle.

“Já encontramos a escola com projetos interessantes, com uma caminhada que está dando certo. Nossa Proposta é dar continuidade ao que está dando certo e melhorar outros pontos”, realçou a gestora Alcione Bezerra do Nascimento. Sobre melhorias ela apontou uma reestruturação no fluxo de informações. “A ideia é fazer com que todos os funcionários, desde a portaria, a gentes de limpeza, professores, estejam a par do que está sendo desenvolvido na escola”, pontuou a gestora.

“Começamos o ano letivo com a certeza do nosso compromisso com a melhoria da qualidade do ensino em nosso estado. Estamos conclamando os gestores e gestoras, professores e servidores de cada escola, em cada cantinho do Maranhão, para que juntos possamos concretizar os projetos de uma escola democrática, produtiva e de qualidade. Estamos encaminhando algumas as demandas pontuais, identificadas neste primeiro dia de volta às aulas por nossos técnicos, para que propiciemos nas nossas escolas as condições necessárias para uma educação de qualidade”, enfatizou a Secretária de Estado da Educação, Áurea Prazeres.

No interior do Maranhão, as escolas também iniciaram o ano letivo com efetiva participação dos alunos, pais e corpo técnico das escolas. Nas regiões de Bacabal, Chapadinha, Pedreiras e Rosário, por exemplo, foi realizada aula inaugural e acolhida aos alunos. “Começamos as aulas nas escolas para o cumprimento do ano letivo na expectativa de que será realizado um bom trabalho em prol da qualidade do ensino e da aprendizagem”, ressaltou a gestora regional de Rosário. 

Adequação do calendário

Um total de 760 escolas da rede estadual de ensino iniciaram o ano letivo nesta segunda-feira (1º). Em outras 234 escolas, que tiveram que passar por reforma, manutenção ou por adequação do calendário escolar, as aulas começam a partir do dia 11 deste mês, sem prejuízos no cumprimento dos 200 dias letivos, com previsão de encerramento no dia 30 de dezembro. Informa ainda que nas 283 escolas indígenas localizadas no estado, devido ao calendário escolar específico, o ano letivo será iniciado no dia 15.