sábado, 27 de fevereiro de 2016

Estado investe R$ 1,5 milhão no financiamento de projetos de pesquisa para o Ensino Médio

Governo do Maranhão - O Governo do Estado está investindo aproximadamente R$ 1,5 milhão no financiamento de projetos de pesquisa cientifica e tecnológica para o Ensino Médio por meio do edital ‘Geração Ciência’. O programa é uma iniciativa da Secretaria de Estado da Ciência, Tecnologia e Inovação (Secti), com a participação da Secretaria da Juventude (Seejuv) e Fundação de Amparo à Pesquisa e ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico do Maranhão (Fapema). A chamada pública para o edital beneficiará 400 estudantes e 100 professores.

Com o investimento, o Governo amplia em 1.000% o número de bolsas de iniciação cientifica no Maranhão. Na quinta-feira (25), os secretários Bira do Pindaré (Secti), Tatiana Pereira (Seejuv) e o presidente da Fapema, Alex Oliveira, estiveram no Centro de Ensino Médio Liceu Maranhense apresentando o edital aos estudantes da unidade e escolas vizinhas. 

O secretário Bira do Pindaré ressaltou que o governador Flávio Dino considera as ações na área da educação como um dos principais eixos para desenvolvimento do Maranhão. “O ‘Geração Ciência’ é uma iniciativa importante porque estimula a iniciação científica, fortalece as ações educacionais no âmbito do Ensino Médio em todo o Maranhão e dá oportunidade, sobretudo, aos mais jovens e aqueles que mais precisam”, informou. 

A apresentação do edital do ‘Geração Ciência’ no Liceu Maranhense marca o início de uma série de ações desenvolvidas pelas secretarias para divulgar de forma mais efetiva os programas e projetos do Governo do Estado voltados para a juventude maranhense. O edital do ‘Geração Ciência’ está aberto na página da Fapema (www.fapema.br), até o dia 28 de março.

“O Governo do Estado tem avançado na ampliação das ações voltadas para a juventude e o ‘Geração Ciência’ é um incentivo a pesquisa que vai contribuir para um maior envolvimento dos jovens do Ensino Médio em projetos de pesquisa e também de professores. Esse primeiro momento aqui no Liceu é o pontapé inicial para outros que vão acontecer nas escolas para incentivar a participação dos estudantes nesse edital”, destacou a secretária Tatiana Pereira.

Por meio do edital, os estudantes receberão bolsa de iniciação científica no valor de R$ 120 e os professores uma bolsa de R$ 400. “Nosso grande objetivo é incentivar a produção científica ainda no Ensino Médio. Nós sabemos que a juventude tem muitas ideias, tem vontade de transformação e nós precisamos aproveitar essa energia que existe na juventude para que possamos despertar neles o espírito investigativo”, disse o presidente da Fapema, Alex Oliveira.

Para a estudante Larissa Andressa Neves, do 3º ano, iniciativas como o lançamento do edital ‘Geração Ciência’ são importantes para incentivar os alunos a participarem de pesquisas que podem contribuir para o desenvolvimento e melhoria da qualidade de vida do povo maranhense. 

“Como foi dito aqui, temos muitas ideias, mas precisamos de apoio para desenvolvê-las e o edital surge com essa perspectiva, o que é muito bom para nós”, comentou Larissa Andressa Neves. Já Kayra Aguiar, também do 3º ano, afirmou que o programa representa mais oportunidade. “Ampliando a pesquisa e a inovação na escola o governo está melhorando o aprendizado do aluno e dando mais oportunidade para nós crescermos profissionalmente”, disse.

Exposição

A apresentação do edital ocorreu logo após a abertura da exposição em homenagem ao doutor Miguel Vieira Ferreira, abolicionista, republicano, jornalista, engenheiro e militar fundador da Igreja Evangélica Brasileira e pioneiro na educação da mulher no Brasil. Miguel Vieira Ferreira nasceu em São Luís, em 10 de dezembro de 1837, e faleceu no Rio de Janeiro, no dia 20 de setembro de 1895.

“Esse é um momento muito oportuno para estarmos aqui falando para os jovens de novas oportunidades no momento em que homenageamos tão ilustre maranhense”, disse o secretário Bira do Pindaré, que aproveitou o momento para falar aos jovens estudantes sobre os programas Cidadão do Mundo, que dá oportunidade a estudantes da rede pública de participar de intercâmbio internacional para aperfeiçoar um segundo idioma. 

Também foi feita exposição sobre os Aulões do Exame Nacional do Ensino Médio, uma mega revisão para que os estudantes possam ter um melhor desempenho no exame. Os aulões serão reiniciados no final de agosto.