segunda-feira, 29 de fevereiro de 2016

Governadores da região do Matopiba assinam acordo de cooperação com Japão



Governador Flávio Dino ao lado da ministra Kátia Abreu, do vice-ministro de Assuntos Internacionais do Ministério da Agricultura, Florestas e Pesca do Japão, Hiromichi Matsushima, dos governadores Marcelo Miranda (Tocantins), Welington Dias (Piauí) e do vice-governador da Bahia, João Leão, além de representantes do governo e do empresariado japonês
O governador do Maranhão, Flávio Dino, participou, na manhã desta segunda-feira (29), do ‘Diálogo Brasil-Japão: Intercâmbio Econômico e Comercial em Agricultura e Alimentos’. O Encontro reuniu os estados do Maranhão, Tocantins, Piauí e Bahia, que formam o Matopiba, com o objetivo de firmar um termo de cooperação entre os dois países para potencializar investimentos japoneses na região.

O ato aconteceu durante encontro em Palmas (TO) e contou com a presença da ministra Kátia Abreu (Agricultura, Pecuária e Abastecimento) e do vice-ministro de Assuntos Internacionais do Ministério da Agricultura, Florestas e Pesca do Japão, HiromichiMatsushima. Na ocasião, foi assinado o Memorando de Cooperação entre o governo do Japão e o governo brasileiro no Campo da Agricultura e Alimentação. Inserido neste termo, os quatro governadores dos estados do Matopiba firmaram a ‘Declaração de Palmas’, com o intuito de desenvolver estratégias conjuntas para o crescimento socioeconômico da área.

Em seu discurso, Flávio Dino destacou as potencialidades do litoral maranhense, a disponibilidade de terras agricultáveis e da produção de gás natural e grãos. Ele sublinhou também que o otimismo quanto ao desenvolvimento da região se reflete no programa de investimentos que Governo do Maranhão está adotando em rodovias e no Porto do Itaqui.

O governador ressaltou que esse evento foi importante para apresentar ao Governo e aos empresários japoneses as melhorias administrativas e estruturais que fizeram o Porto do Itaqui ser o que mais cresceu no Brasil em 2015.

“Já estamos investindo, em 2016, R$ 255 milhões de recursos da Empresa Maranhense de Administração Portuária (EMAP), sob o comando do Governo do Estado, e temos recursos privados assegurados próximos a R$ 1 bilhão, de modo que nós temos R$ 1,348 bilhão de recursos já garantidos no Porto do Itaqui, públicos e privados, para investimento nos próximos três anos”, afirmou.

Para Flávio Dino, o Maranhão tem um grande potencial para alavancar ainda mais a relação entre Brasil e Japão, e o Porto do Itaqui é um dos laços mais firmes dessa aproximação entre as duas grandes nações. “O Maranhão oferece ao Matopiba e aos irmãos japoneses a convicção de que o Porto do Matopiba é o Porto do Itaqui. O porto mais promissor do Brasil é o Porto do Itaqui, e convidamos todos a investir, visitar e acreditar”, reiterou Flávio Dino.

A ministra Kátia Abreu enfatizou que o investimento na região que compõe os estados do Matopiba é um dos mais promissores do país, por possuir 35 milhões de hectares de terra de alta produtividade e grande potencial de infraestrutura e logística. “O Brasil é uma terra de oportunidades e um destino confiável para o capital estrangeiro. Governo e setor privado devem buscar juntos o desenvolvimento regional e o êxito econômico das empresas envolvidas”, realçou.

O vice-ministro de Assuntos Internacionais do Ministério da Agricultura, Florestas e Pesca do Japão, HiromichiMatsushima, relevou a importância do Brasil no cenário mundial, sobretudo na área da agricultura. Ele apresentou panorama às perspectivas dos investimentos no país e frisou que a região do Matopiba é promissora para investimentos na agropecuária, agroindústria e agrosserviços. “Esperamos ouvir, ao final do Encontro, uma posição concreta sobre infraestrutura na região do Matopiba”, explicou Matsushima.

Declaração de Palmas

A ministra da Agricultura, Kátia Abreu, e os quatro governadores do Matopiba firmaram, durante o evento, a ‘Declaração de Palmas’, um documento que prevê desenvolvimento de estratégias conjuntas para o crescimento socioeconômico da área, levando em conta os desafios regionais específicos.

A iniciativa é uma proposta de abordagem coordenada entre o Ministério da Agricultura e os quatro estados, no que se refere à integração produtiva regional, ao acesso conjunto a terceiros mercados, e as ações de promoção de investimentos, além de uma parceria estratégica no setor de estrutura e logística.

“Nós estamos avançando na articulação entre os entes federados, no caso os quatro Estados e o Governo Federal, também com setor privado e agora envolvendo parceiros internacionais, que já são importantes. Eu tenho muita crença que a produção crescente nesses estados vai se refletir em cada vez mais qualidade de vida para a população”, finalizou o governador Flávio Dino.

Também participaram do evento os governadores de Tocantins, Marcelo Miranda, do Piauí, Welington Dias, e do vice-governador da Bahia, João Leão, e representantes do governo e do empresariado japonês. Os secretários de Estado da Agricultura, Pecuária e Pesca, Márcio Honaiser, Indústria e Comércio, Simplício Araújo, e o presidente da EMAP, Ted Lago, atuaram nas várias mesas temáticas de diálogo discorrendo sobre as potencialidades do Maranhão para o Matopiba.

Fonte: Governo do Maranhão