terça-feira, 16 de fevereiro de 2016

Grupo explode banco e mulher morre durante troca de tiro em Colinas


Este foi o 16º ataque a bancos registrado no Maranhão em 2016.  Ação criminosa aconteceu na noite desta segunda-feira (15).


Grupo fortemente armado destruiu agência do Banco do Brasil em Colinas (Foto: Divulgação/Polícia )
Assalto ao Banco do Brasil de Colinas com vítima fatal na noite desta segunda-feira(15)

Cerca de 10 homens fortemente armados e a bordo de três veículos roubaram uma agência do Banco do Brasil, por volta das 21h desta segunda-feira (15), na cidade de Colinas, a 438 quilômetros de São Luís. Os suspeitos se distribuíram pela cidade fizeram reféns, trocaram tiros com a Polícia Militar e atiraram pelas ruas. Uma pessoa morreu.

Ao G1, o secretário de Segurança Pública, Jefferson Portela, confirmou que uma mulher morreu ao ser baleada durante a ação dos bandidos. No entanto, não soube dizer se a vítima seria uma das reféns ou uma pessoa que transitava pelo local no momento da troca de tiros.

]Este foi o 16º ataque a agências bancárias registrado no Maranhão em 2016. O valor roubado não foi revelado. Os criminosos fugiram em um carro roubado em direção a cidade de Mirador. Os reféns foram liberados na saída da cidade.

Com esta ação, chega a 14 o número de cidades que foram alvo de ladrões de banco em 2016. Em 2015, foram registrados 60 arrombamentos em 52 municípios.

A polícia está em busca dos assaltantes e mobilizou todas as bases ao em torno da cidade para colaborarem na busca dos criminosos envolvidos no roubo a agência bancária.

O nome da vítima ainda não tinha sido revelado pelas autoridades. Até a atualização desta matéria ás 0h02 (horário local) nenhum dos envolvidos havia sido preso.

Cidades atacadas
Entre as cidades atacadas neste ano estão: Alto Alegre do Pindaré, Igarapé Grande, Bacuri, Maracaçumé, Icatu, Grajaú, Alcântara, Paulo Ramos, Paraibano, Araguanã, Duque Bacelar, Tufilândia, Peri-Mirim e agora Colinas.

A última ocorreu na madrugada do dia 3 de fevereiro, na cidade de Peri-Mirim, a 346 km de São Luís. Na ocasião, bandidos explodiram os caixas eletrônicos do banco Bradesco.

Fonte: G1/MA.