segunda-feira, 22 de fevereiro de 2016

KENNEDY: COM SANTANA, MORO FAZ 'INVESTIGAÇÃO INDIRETA' CONTRA DILMA

:

Colunista Kennedy Alencar afirmou nesta segunda-feira, 22, que ao virar alvo da operação Acarajé, o publicitário João Santana levou a presidente Dilma Rousseff para o "centro das investigações" da Operação Lava Jato; para ele, Santana está utilizando como meio para o juiz Sérgio Moro investigar a presidente Dilma; "Moro faz uma investigação indireta sobre a presidente porque João Santana realizou as campanhas dilmistas à Presidência e é o principal marqueteiro do governo. Faz reuniões frequentes com a presidente. É alguém que participa da intimidade política de Dilma e do PT", afirma.

247 - O colunista Kennedy Alencar afirmou nesta segunda-feira, 22, que o publicitário João Santana levou a presidente Dilma Rousseff para o "centro das investigações" da Operação Lava Jato. 

"A fase de hoje, a Acarajé, deixa claro que a presidente Dilma também é alvo, porque está sendo ressuscitada a suspeita de que as suas campanhas podem ter recebido recursos ilegais. A presidente e seus auxiliares sempre negaram o recebimento de recursos ilegais nas campanhas de 2010 e 2014, seja propina, seja caixa 2", afirma Kennedy. 

Kennedy ressalta que a investida contra Santana, suspeito pelo Ministério Público Federal de receber US$ 4,5 milhões da Odebrecht por meio de offshores no exterior, pode reforçar os argumentos da oposição na cassação de Dilma e do processo de impeachment. 

"Como Santana não tem foro privilegiado, o juiz Sérgio Moro pode investigar o marqueteiro da presidente. Moro não pode investigar Dilma, mas pode compartilhar provas com o TSE, o STF (Supremo Tribunal Federal) e a Procuradoria Geral da República (PGR) se obtiver algo consistente. Dilma só pode ser investigada nos âmbitos da PGR e do STF", afirma.

Kennedy complementa: "Mas Moro faz uma investigação indireta sobre a presidente porque João Santana realizou as campanhas dilmistas à Presidência e é o principal marqueteiro do governo. Ele gravou o último pronunciamento oficial de Dilma, sobre o zika vírus, que foi feito no início deste mês. Faz reuniões frequentes com a presidente. É alguém que participa da intimidade política de Dilma e do PT", afirma.