quinta-feira, 4 de fevereiro de 2016

Maranhão participa da mobilização nacional do SUS contra o mosquito Aedes Aegypti

 O secretário Marcos Pacheco, acompanhou a vistoria realizada pelos funcionários do HCM nas áreas internas e externas da unidade. 

Governo do Maranhão - Uma mobilização do Ministério da Saúde (MS) convocou todos os colaboradores do Sistema Único de Saúde (SUS) do país para realizarem nesta quinta-feira (4), o ‘Dia da Faxina’ em seus locais de trabalho, para eliminar possíveis focos do mosquito Aedes Aegypti.

O Governo do Estado apoio a campanha, e por meio da Secretaria de Estado da Saúde (SES), realizou as vistorias em todas as unidades da rede estadual de saúde. Os funcionários combinaram um horário durante o dia e fizeram a vistoria em suas respectivas lotações.

Nas 57 unidades de saúde do Estado, os funcionários executaram a fiscalização para assegurar que os ambientes de trabalho estão livres do mosquito, como reservatórios e depósitos de água, lajes, calhas, lixeiras, jardins, banheiros desativados, sacos de lixo, vasos de plantas e, até, copinhos de plástico que possam acumular água parada.

Para apoiar a campanha, o MS acionou as Secretarias de Saúde, o Conselho Nacional dos Secretários de Saúde (Conass), Conselho Nacional de Secretarias Municipais de Saúde (Conasems), além da Federação Brasileira de Hospitais (FBH), Confederação Nacional de Saúde (CNS) e a Confederação das Santas Casas de Misericórdia (CMB). 

O secretário de Estado da Saúde, Marcos Pacheco, foi a uma das unidades para acompanhar a mobilização. No Hospital de Alta Complexidade Dr. Carlos Macieira (HCM), juntamente com a equipe assistencial e administrativa, ele visitou as áreas internas e externas da unidade. 

“Os exemplos educam mais que as palavras. Além de explicar a necessidade de realizar essas revisões em nossas casas e espaços de trabalho, reforçamos a importância de começar por nós as ações efetivas de mobilização. O que se pretende é que todo trabalhador do SUS esteja constantemente praticando essas vistorias e mantendo o ambiente livre de focos do mosquito”, disse o secretário. 

Durante a visita foi ressaltado aos profissionais a necessidade de serem multiplicadores dessas ações em seus respectivos setores e que ajudem a fortalecer a campanha de combate ao mosquito que transmite a Dengue, Chikungunya e o Zika Vírus.

Para a diretora administrativa do HCM, Clícia Galvão, o apoio é fundamental. “Constantemente fazemos essa vistoria na unidade para manter limpo todos os locais que seriam propensos ao mosquito. Esse dia específico sugerido para a ação de todos os profissionais do SUS foi importante também para que nós, colaboradores, pudéssemos perceber a participação ativa do governo, pois essa luta não é só do nosso hospital, mas de toda a saúde pública”, considera Clícia Galvão. 

A presidente da Comissão Interna de Prevenção de Acidentes (CIPA), do HCM, Ana Carolina Silva, explica que essa é também uma forma de preservação da saúde e integridade física dos trabalhadores. “Nosso papel vai além de identificar situações que oferecem riscos de acidentes, possíveis doenças decorrentes no ambiente de trabalho também precisam ser evitadas. No HCM não encontramos riscos para possíveis focos do mosquito, mas temos mantido as nossas ações de prevenção de forma constante”, explica Ana Carolina.