segunda-feira, 22 de fevereiro de 2016

Pastoral: O povo que conhece seu Deus



Essa frase sempre será um desafio para um crente sincero e que deseja acima de qualquer coisa sabre sobre Deus e quem de fato Ele é. Conhecer a Deus deve ser o nosso principal objetivo, a nossa meta a ser alcançada, o nosso maior ideal. 

Como podemos conhecer a Deus? Essa certamente é a primeira questão a ser resolvida quando pensamos em conhecer a Deus de verdade. Deus pode ser objeto de estudo dos teólogos, que formam conceitos e ideias sobre Deus quase sempre difíceis de serem entendidas pelas pessoas mais simples. 

Podemos tentar conhecer Deus nas suas manifestações na natureza, se a observarmos cuidadosamente vamos ter que concorda que Deus é supremo, poderoso e perfeito em suas ações. Mas há quem prefira conhecer a Deus na religião, e nesse caso Deus vai ser apresentado como aquele Ser que deve ser temido, reverenciado e que quase sempre está nos olhando com aquele olhar de reprovação e, ainda há quem queira conhecer Deus na igreja, e como nós sabemos tem igreja para todos os gostos, aí então Deus vai ser conhecido pela forma como a igreja o apresenta e não como Ele é realmente. 

A forma mais eficaz de conhecermos a Deus e por experimentá-lo... Hei, não estou falando de aceitar Jesus como salvador, isso é religião é apelo de igreja; estou falando de ter experiência com Deus que vai além disso, que me leva para dentro de uma relação de cumplicidade com Deus a ponto de eu abrir mão das minhas ideias imbecis de que quem manda em minha vida sou eu, que a razão e minha, que eu posso fazer o que quero. 

Essa experiência de experimentar Deus dessas forma vai mudar o que eu sou de dentro para fora. Vou passar a entender que a forma nem sempre determina a essência do que eu sou por dentro e isso vai me forçar a mudar a minha forma exterior de ser e de fazer as coisas, por que elas de fato agradam e surpreendem aos homens mas, não impressionam a Deus, pela essência do que eu sou em Deus o do que Deus é para mim, visto que o conhecer a Deus é uma cumplicidade. 

Veja então que o conhecimento de Deus parte de uma experiência pessoal, única e verdadeira que devemos ter com Ele, fora isso teremos apenas conceitos sobre Ele, saberemos sobre Ele de ouvir falar e não por experiência. Deus que ser conhecido pessoalmente e da mesma forma que nós nos conhecemos, depois de Deus quem melhor nos conhece somos nós mesmos e é dessa forma que nós precisamos conhecer a Deus. 

A Bíblia nos manda conhecer ao Senhor “conheçamos e prossigamos em conhecer ao Senhor’ . Isso fala de necessidade, da carência humana de saber quem é Deus. “aquele que se gloria, glorie-se nisso: em me conhecer diz o Senhor dos exércitos. Deus não dá sua honra para ninguém, mas dá gloria para quem busca conhece-lo. Duas coisas para relembrar e finalizar, o conhecimento de Deus é pessoal como acontece nos relacionamentos humanos e o conhecimento de Deus é um caso de envolvimento pessoal que abrange a mente, a vontade e os sentimentos. Conhecer a Deus e mais do que saber quem Ele é. Você conhece a Deus? Está certo disso? 

Pr. Sergio Luis Rodrigues do Nascimento.
1ª  ICE Tumtum MA