sábado, 5 de março de 2016

Governo do Estado inicia entrega de fardamento para alunos do IEMA





O Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado da Ciência, Tecnologia e Inovação (Secti), inicia, nesta sexta-feira (4), a entrega de fardamento aos 440 alunos que estudarão nas unidades do Instituto de Educação, Ciência e Tecnologia do Maranhão (IEMA). Para os alunos da unidade São Luís, que funcionará no antigo Marista, a entrega será nesta sexta-feira das 14h às 19h, na própria unidade. Nas de Bacabeira e Pindaré-Mirim, a entrega será neste sábado (5), a partir das 8h, também na sede dos institutos.

Com a entrega do fardamento, o governo reforça o compromisso com os alunos e pais de alunos, que serão desonerados da compra de roupas para seus filhos irem à escola. Podem receber o fardamento escolar os alunos, pais ou responsáveis, munidos de documento. No caso dos pais ou responsáveis, além do documento pessoal, devem levar, ainda, documento de identidade do aluno. 

“Estamos muito felizes e com todo gás para iniciarmos os trabalhos do IEMA, uma escola que deve ser um marco para a educação estadual com a oferta do Ensino Médio, integrado ao ensino técnico em tempo integral”, destacou o secretário Bira do Pindaré. 

Na próxima segunda-feira (7) acontecerá o acolhimento dos alunos nas três unidades. Em São Luís, a inauguração oficial acontece na mesma data e contará com as presenças do governador Flávio Dino e do ministro da Educação, Aloizio Mercadante, que ministrará aula magna. O evento começa às 10h. 

A inauguração oficial das unidades de Bacabeira e Pindaré-Mirim deve acontecer na quinta-feira e sexta-feira, mas também começam as atividades, com o acolhimento dos alunos na segunda-feira (7).

IEMA

O Instituto de Educação, Ciência e Tecnologia do Maranhão (IEMA) foi criado no dia 02 de Janeiro de 2015, pelo governador Flávio Dino, com o intuito de ampliar a oferta de educação profissional técnica de nível médio no estado. 

A proposta é implantar o Instituto em 23 municípios até 2018, oferecendo à sociedade estrutura para o Ensino, Pesquisa e Extensão, respeitando as necessidades de cada local. 

O modelo de ensino integrado se espelha em outros que já estão dando certo em Estados como o Ceará e Pernambuco e é embasado na formação integral do trabalhador, prevista na Lei nº 11.741/08 e na Resolução 120/2013-CEE.

Governo do Maranhão