domingo, 6 de março de 2016

IEMA será construído em Tuntum, segundo Flávio Dino

Na sua passagem por Tuntum na manhã/tarde deste sábado(05), o Governador do Estado do Maranhão Flávio Dino prometeu para uma platéia de quase duas mil pessoas que se aglomeravam em torno da abertura do Centro de Imagem Antonio Joaquim da Cunha a construção do IEMA -  Instituto de Educação, Ciência e Tecnologia do Maranhão nos próximos meses em Tuntum.

O Instituto de Educação, Ciência e Tecnologia do Maranhão (IEMA) foi criado no dia 02 de Janeiro de 2015 com o intuito de ampliar a oferta de educação profissional técnica de nível médio no estado. A proposta é implantar o Instituto em 23 municípios até 2018, oferecendo à sociedade estrutura para o Ensino, Pesquisa e Extensão respeitando as necessidades de cada local. O modelo de ensino integrado se espelha em outros que já estão dando certo em Estados como o Ceará e Pernambuco e é embasado na formação integral do trabalhador, prevista na Lei nº 11.741/08 e na Resolução 120/2013-CEE.

Um meio de democratizar o acesso à educação de ensino superior, o IEMA atua com projetos de inclusão social trazendo como retorno o desenvolvimento local, regional e nacional com o fomento do progresso científico. Além dos cursos técnicos, podem ser citados: o Projeto Pré-Universitário (PreUni), que deve preparar pelo menos 11.020 estudantes para o Exame Nacional do Ensino Médio utilizando 184 pontos de acesso; e a Formação Inicial e Continuada (FIC), que disponibiliza cursos profissionalizantes de forma presencial e à distância.

O compromisso de construir o IEMA em Tuntum foi confirmado pelo Governador Flávio Dino a uma das reivindicações do Prefeito Cleomar Tema feita durante a visita do mandatário maranhense a cidade neste sábado(05).

O IEMA em Tuntum é uma necessidade da educação local atenderá a milhares de jovens que terão a oportunidade de cursar ensino profissionalizante de qualidade na busca de emprego e geração de renda. Por sua vocação econômica centrada na agricultura familiar com 28 assentamentos de pequenos agricultores que carecem de acompanhamento técnico cotidiano, serviços de saúde pública que precisa de formação tecnológica cada vez mais avançada, serviço de educação que demanda formação nas áreas auxiliares e promoção social/profissional de pessoas que tem formação de nível fundamental se faz necessário a vinda de uma escola de ensino profissionalizante com o perfil do IEMA para o município.

Compartilhe:

Copyright © | Direção: Jornalista Emerson Araújo | Bate Tuntum | Suport/ 99 98271-8514