segunda-feira, 30 de maio de 2016

COM APENAS 7 ANOS, FILHO DE TEMER JÁ TEM PATRIMÔNIO DE R$ 2 MILHÕES EM IMÓVEIS


Dois conjuntos comerciais de alto padrão foram doados para "Michelzinho" como antecipação de herança, segundo informou a assessoria do presidente interino; entre 2006 e 2014, o patrimônio declarado do presidente interino subiu de R$ 2,3 milhões para R$ R$ 7,5 milhões – mais do que dobrou acima da inflação nesse período

Com apenas 7 anos de idade, Michel Miguel Elias Temer Lulia Filho, conhecido como Michelzinho, já é um milionário.

Ele herdou do pai dois imóveis cujos valores somados superam R$ 2 milhões, segundo informa reportagem de José Roberto de Toledo e Daniel Bramatti. Segundo a assessoria de Temer, os imóveis foram doados como antecipação de herança.

"Localizados no Edifício Lugano, no Itaim-Bibi, zona sul da capital paulista, cada conjunto tem 196 m² e valor venal de R$ 1.024.802, segundo a Prefeitura de São Paulo – os dados são públicos e podem ser consultados na internet. O valor de mercado costuma ser de 20% a 40% mais alto do que o valor de referência usado pela Prefeitura para calcular o Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU)", diz o texto.

Os jornalistas, no entanto, apontam que os imóveis foram declarados abaixo do valor real. "Mesmo assim, na declaração de bens que Temer apresentou à Justiça Eleitoral em 2014, cada conjunto é avaliado em apenas R$ 190 mil. Isso é comum nas declarações de políticos, pois os imóveis costumam ser declarados pelo valor de quando foram comprados. A legislação não obriga a atualização do valor."

A reportagem também revela que o patrimônio declarado de Temer cresceu bem acima da inflação nos últimos anos. "O patrimônio do presidente interino cresceu rapidamente desde 2006. Naquele ano, Temer foi candidato a deputado federal e declarou bens no valor de R$ 2.293.645,53. Se corrigido pelo IGP-M da Fundação Getúlio Vargas, eles corresponderiam, em 2014, a R$ 3.678.526,22. Porém, seu patrimônio declarado à Justiça Eleitoral em 2014 já havia crescido para R$ 7.521.799,27. Ou seja, mais do que dobrou acima da inflação entre duas eleições – e isso sem levar em conta a valorização dos imóveis."

Fonte: Brasil 247