sábado, 28 de maio de 2016

Dinheiro sujo financiou campanhas de Roseana, diz ex-presidente do PP em delação premiada


O ex-presidente do Partido Progressista, ex-deputado Pedro Correa, que está preso em Curitiba, afirmou em delação premiada que a ex-governadora Roseana Sarney (PMDB) recebeu dinheiro sujo para financiamento de campanhas eleitorais, assim como o ex-ministro de Minas e Energia, senador Edison Lobão, recebia propina da máfia que sangrou os cofres da Petrobras.

A defesa de Roseana, a exemplo de todos os envolvidos no escândalo que já levou para cadeia os maiores empresários do país e ameaça levar para traz das grades uma leva de políticos poderosos que tentaram, sem sucesso, acabar com a investigação, nega que tenha recebido propina do “Petrolão”, mas o fato é que Pedro Correa cita nominalmente a ex-governadora.

O nome de Roseana como beneficiária do esquema de corrupção consta nos documentos assinados por Pedro Correa, um corrupto confesso que arrecadava para o PP, em que ele revela que o ex-presidente Lula era quem comandava todo o esquema de distribuição da propina aos partidos.

Nesta noite de sexta-feira, o Jornal Nacional, da TV Globo, apresentou trechos da delação do ex-presidente do PP onde ele afirma que dinheiro sujo financiou campanhas da ex-governadora do Maranhão.

É sempre bom lembrar que Roseana, além de está enrolada na Lava Jato, já virou ré no processo em é acusada pelo Ministério Estadual de desviar recursos da saúde pública do Estado, juntamente com seu cunhado Ricardo Murad.

Fonte: Blog do Jorge Vieira