terça-feira, 10 de maio de 2016

DINO EXALTA LUTA CONTRA O GOLPE E CONDENA FASCISMO ANTINORDESTINOS


O governador Flávio Dino (PC do B) voltou a criticar a tentativa de golpe contra o mandato da presidente Dilma Rousseff; ele elogiou aqueles que têm coragem e lutam; "No meu dicionário, direito de defesa e devido processo legal são assuntos sérios. Brincadeira é fingir ser sério um "impeachment" sem crime. Diante de um golpe "inevitável", há quem prefira participar ou ser cúmplice. E há quem tenha coragem", afirmou; ele também reagiu às críticas feitas contra nordestinos, em decorrência da decisão do presidente interino da Câmara, Waldir Maranhão (PP-MA) que anulou a sessão do impeachment; "Me impressiono com ódio fascista a nordestinos. Em lugar disso, precisamos de respeito à Nação e à Constituição", disse

247 - O governador do Maranhão Flávio Dino, do PC do B, reagiu, no Twitter, às críticas feitas contra nordestinos, nesta segunda-feira (9), em decorrência da decisão do presidente interino da Câmara, Waldir Maranhão (PP-MA) que anulou a sessão do impeachment.

"Me impressiono com ódio fascista a nordestinos. Em lugar disso, precisamos de respeito à Nação e à Constituição", publicou Dino.

Ele também voltou a criticar o golpe contra o mandato da presidente Dilma Rousseff. 

"No meu dicionário, direito de defesa e devido processo legal são assuntos sérios. Brincadeira é fingir ser sério um "impeachment" sem crime. Todo mundo sabe que invenção de "pedaladas fiscais" e meia dúzia de decretos orçamentários são mero pretexto para um vergonhoso golpe. Diante de um golpe "inevitável", há quem prefira participar ou ser cúmplice. E há quem tenha coragem. Parabéns aos que lutam", afirmou.