sexta-feira, 20 de maio de 2016

Governo anuncia prorrogação do prazo de vacinação contra H1N1 no Maranhão


Vacinação contra a influenza A foi prorrogada. Anúncio foi formalizado na reunião do CIB
O Governo do Maranhão, por meio da Secretaria de Estado de Saúde (SES), anunciou na manhã nesta sexta-feira (20) a prorrogação do prazo de vacinação contra o vírus Influenza A, transmissor da gripe H1N1, no Maranhão. O anúncio foi formalizado em reunião da Comissão Intergestores Bipartide (CIB), que incorpora representantes do estado e dos municípios em encontros mensais, onde são feitas as pactuações entre os gestores.

“A nossa pauta em CIB é extensa, mas uma das principais que gostaria de ressaltar, é o fato de que o Maranhão estenderá a campanha de vacinação contra a influenza A por mais 15 dias em todo o estado. Convocamos a população englobada no público prioritário a procurar os postos de saúde para imunização, agindo de maneira preventiva e segura”, pontuou o secretário de Estado de Saúde, Carlos Lula. 

A campanha nacional foi encerrada nesta sexta-feira (20), porém, segundo comunicado do Ministério da Saúde (MS), os números relacionados à quantidade de pessoas vacinadas poderão ser incluídos no Sistema de Informações do Programa Nacional de Imunizações (SIPNI) até o dia 10 de junho. As vacinas estarão disponíveis em todos os postos de saúde para os grupos prioritários da campanha. Ao todo, são 1.794 postos de vacinação, sendo 158 na capital, São Luís, distribuídos em 62 Unidades de Saúde e 96 postos volantes.

A campanha é direcionada para crianças de seis meses a menores de cinco anos, gestantes e puérperas (mulheres até 45 dias após o parto), pessoas com mais de 60 anos, trabalhadores da saúde, funcionários do sistema prisional, população privada de liberdade, bem como doentes crônicos com recomendação médica, pessoas com problemas respiratórios, cardíacos, com baixa imunidade, dentre outros. Até a manhã desta sexta-feira, a cobertura vacinal da campanha apontava 67% da meta.

Compromisso integrado 

Para um alinhamento mais próximo com o que é discutido entre os gestores regionais, o secretário também definiu que participará de uma das reuniões da Comissão Intergestores Regionais (CIR), que acontecerá mensalmente um dia antes da CIB. As comissões reúnem representantes dos municípios e trabalham para garantir o acesso de toda a população ao serviço público de saúde, integrando as administrações federal, estadual e municipal.

“Acreditamos em uma política de saúde feita de maneira horizontal, por isso, além das reuniões da CIB, irei acompanhar mensalmente as CIR. Nessa oportunidade debateremos os principais problemas do estado e, com isso, estaremos construindo uma política mais democrática e eficaz para responder as demandas dos municípios”, explicou o secretário de saúde.

Segundo o presidente do Conselho de Secretários Municipais de Saúde, Vinícius de Araújo, as reuniões da CIB sempre trazem esperança de que é possível avançar com a saúde no Maranhão. “Todas as medidas aprovadas em CIB vêm da CIR, ou seja, de um levantamento de quem conhece a realidade de cada lugar. Portanto, tudo o que é tratado tem relevância e grande impacto para os usuários do SUS, que podem ter esperança de que o poder público está no caminho certo”, afirmou. Na pauta discutida nessa sexta-feira (20), foram aprovadas conjuntamente diversas ações que compreendem a ‘Atenção Primária e Vigilância em Saúde’ e ‘Unidade Gestora de Regulação Controle e Avaliação do Sistema de Saúde’.


Fonte: Governo do Maranhão