quarta-feira, 15 de junho de 2016

Comitê Rio-2016 convidará Dilma e Temer para abertura da Olimpíada

Dilma Rousseff e o ex-ministro do Esporte, Ricardo Leyser

Do UOL, no Rio de Janeiro

A presidente afastada, Dilma Rousseff (PT), será uma das convidadas a comparecer à cerimônia de abertura da Olimpíada de 2016, marcada para o dia 5 de agosto. O Comitê Organizador da Rio-2016 confirmou nesta quarta-feira (15) que Dilma, o presidente interino, Michel Temer (PMDB), e todos os ex-presidente do país receberão um convite especial para que estejam na tribuna de honra do Maracanã no dia da festa.

A decisão de convidar todos os presidentes foi ratificada nesta semana, durante visita do presidente do COI (Comitê Olímpico Internacional), Thomas Bach, ao Rio de Janeiro. Durante essa visita, a presença de Dilma na festa acabou virando tema de entrevistas concedidas por Bach e também pelo presidente Temer.

Bach desconversou ao ser questionado sobre o convite a presidente afastada. Disse que não cabia a ele decidir sobre os convites a políticos brasileiros. Já Temer, o presidente em exercício, disse não se opor à presença da presidente afastada na festa.

Após as declarações públicas, o Comitê Rio-2016 consultou novamente as autoridades internamente e tomou sua decisão. Segundo o comitê, quem já foi presidente do país terá um convite especial para comparecer à abertura dos Jogos Olímpicos.

A cerimônia de abertura é o evento mais importante da Olimpíada. Terá centenas de convidados, incluindo presidentes de outros países. As autoridades serão dívidas em tribunas separadas. Dilma e Temer, portanto, não devem se encontrar durante a festa.

O diretor executivo de Comunicação do Comitê Rio-2016, Mario Andrada, afirmou que o convite a todos os ex-presidentes do país vai homanegear todos aqueles que contribuíram para que o Rio pudesse sediar os Jogos Olímpicos. Andrada lembrou que, em 2009, quando a cidade foi eleita sede do evento, Luiz Inácio Lula da Silva era o chefe do Executivo. É merecido, portanto, que Lula receba o convite da Rio-2016.

Andrada afirmou que João Havelange também será convidado. Ele, que deixou COI é Fifa envolto em casos de corrupção, defendeu a escolha do Rio como sede da Olimpíada de 2016. Por isso, será convidado pelo Comitê Organizador Rio-2016.