quinta-feira, 2 de junho de 2016

DINO ASSEGURA R$ 200 MI PARA AGRICULTORES DO MA


O governador Flávio Dino afirmou que, em pouco mais de um ano, o governo está mobilizando recursos de operação de crédito que ultrapassam R$ 200 milhões em vários programas voltados para a agricultura familiar, como o ‘Segunda Água’, que vai construir duas mil cisternas em todo o Maranhão; o projeto Água Doce; investimentos próprios em 10 cadeias produtivas; além de parcerias internacionais como a firmada com o FIDA; “Temos um conjunto de políticas públicas de ações concretas em apoio a esses produtores, para que aqueles que hoje produzem alimentos para nós todos, possam ter todo o incentivo, indo desde o financiamento, o apoio a comercialização, as condições para ter acesso a tecnologia, para aumentar a produtividade, o acesso à terra, o acesso à regularização fundiária"

O governador do Maranhão, Flávio Dino afirmou, nessa quarta-feira (1), que, em pouco mais de um ano, o governo está mobilizando recursos de operação de crédito que ultrapassam R$ 200 milhões em vários programas voltados para a agricultura familiar, como o ‘Segunda Água’, que vai construir duas mil cisternas em todo o Maranhão; o projeto Água Doce; investimentos próprios em 10 cadeias produtivas; além de parcerias internacionais como a firmada com o FIDA.

“Temos um conjunto de políticas públicas de ações concretas em apoio a esses produtores, para que aqueles que hoje produzem alimentos para nós todos, possam ter todo o incentivo, indo desde o financiamento, o apoio a comercialização, as condições para ter acesso a tecnologia, para aumentar a produtividade, o acesso à terra, o acesso à regularização fundiária. Nós temos feito isso desde o começo do Governo”, reiterou o governador, que participou da abertura do 8º Congresso Estadual dos Trabalhadores Rurais Agricultores e Agricultoras Familiares do Estado do Maranhão (Fetaema), na sede do órgão, no Araçagi, em São Luís.

O chefe do executivo falou sobre a conjuntura nacional do país no que tange a área da agricultura familiar com a mudança no Governo Federal e a extinção do Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA), e disse reconhecer o papel determinante dos trabalhadores maranhenses que sempre estiveram do lado certo da história. “Os sindicatos do Maranhão sempre apontaram para a classe trabalhadora o caminho correto”, ressaltou.

“Estamos reestruturando esse sistema de agricultura familiar, que a exemplo do que incorretamente está sendo feito no Governo Federal, foi feito aqui no Maranhão. Nós recriamos a Secretaria de Agricultura Familiar e quero agradecer a Fetaema, porque foi proposta da entidade”, reiterou Flávio Dino, enfatizando que é impossível melhorar os indicadores socioeconômicos sem a participação decisiva da produção familiar.

O presidente da Fetaema, Francisco de Jesus Silva, destacou que a participação do governador Flávio Dino no 8º Congresso Estadual dos Trabalhadores Rurais Agricultores e Agricultoras Familiares do Estado do Maranhão foi uma honra para os participantes. “Durante os 42 anos de vida da Fetaema, esse grupo que mandou no estado nunca nos recebeu. E agora o governador já nos recebeu duas vezes. E as secretarias do atual Governo são nossas casas, onde a gente discute as políticas públicas junto com os secretários”, frisou o presidente.

O presidente da Confederação Nacional dos Trabalhadores da Agricultura (Contag), Alberto Broch, disse que a extinção do MDA é um retrocesso para as conquistas da agricultura familiar, e a Fetaema e o Governo do Maranhão são exemplos de que é preciso melhorar e fortalecer as políticas voltadas para a produção familiar.

Também participaram da solenidade de abertura do 8º Congresso Estadual dos Trabalhadores Rurais Agricultores e Agricultoras Familiares do Estado do Maranhão representantes do Sindicato dos Trabalhadores e Trabalhadoras Rurais (STTR’s), da Central Única dos Trabalhadores (CUT), da Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil (CTB), da SAF, Agerp e Iterma e mais de 600 trabalhadores rurais.

*Com assessoria/Governo do Maranhão