terça-feira, 7 de junho de 2016

Pedido de prisão de Eduardo Cunha também chegou ao Supremo


O presidente afastado da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-PR), também tem o pedido de prisão feito pelo procurador-geral da República, Rodrigo Janot, repousando na mesa do ministro do Supremo Teori Zavascki.

Há uma semana, o procurador solicitou a prisão dos senadores Renan Calheiros (PMDB-AL) e Romero Jucá (PMDB-RR), de Cunha e do ex-presidente José Sarney (PMDB-AP) por obstrução às investigações da Lava Jato.

O quatrilho peemedebista estaria trabalhado para abafar os trabalhos da Justiça, que o núcleo criminoso do governo golpista de Michel Temer (PMDB). Aliás, o próprio interino é citado em delação pelo recebimento de R$ 5 milhões de propina da OAS na concessão do aeroporto de Guarulhos.

Os pedidos de prisões têm efeito de uma bomba atômica no governo provisório de Temer, haja vista que todos os personagens foram articuladores da queda da presidente eleitaDilma Rousseff e protagonistas do processo de impeachment no Congresso Nacional.

Enfim, a República de Curitiba espera a todos eles de braços abertos!

Fonte: Blog do Esmael