quinta-feira, 2 de junho de 2016

RICARDO MELO: “FOI UMA VITÓRIA DA SOCIEDADE CIVIL”


Jornalista que foi reconduzido ao cargo de diretor-presidente da EBC afirmou que ainda está esperando pelo ofício do STF e que agirá segundo as orientações de seus advogados; "Esta não é uma vitória pessoal minha, é uma vitória da sociedade civil. É uma decisão que respeita a legislação vigente no país", comentou

Por Beatriz Sanz, Portal Fórum

Na manhã desta quarta-feira (2), o jornalista Ricardo Melo foi reconduzido ao cargo de presidente da Empresa Brasileira de Comunicação (EBC) após o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Dias Toffoli, ter suspendido provisoriamente a sua exoneração.

No dia 18 de maio, Melo havia entrado com um mandado de segurança com pedido de liminar para reaver o mandato. De acordo com a decisão de Toffoli, o jornalista permanece no cargo até a decisão final do Supremo. Segundo o ministro, a EBC precisa ter autonomia, pois presta serviços indispensáveis à nação.

Temer exonerou Melo sete dias após ele ser empossado no cargo pela presidenta Dilma Rousseff. No decreto de criação da EBC está estipulado que o mandato é de quatro anos e não pode sofrer interferência externa.

No lugar do diretor exonerado assumiu Laerte Limolí, que provocou profundas mudanças no quadro de funcionários e até na programação dos veículos da empresa.

Sobre a decisão, Melo afirmou que ainda está esperando pelo ofício e que agirá segundo as orientações de seus advogados. "Esta não é uma vitoria pessoal minha, é uma vitória da sociedade civil. É uma decisão que respeita a legislação vigente no país." O jornalista não quis comentar a maneira que a empresa tem sido gerida desde seu afastamento.