segunda-feira, 18 de julho de 2016

ARTISTAS E INTELECTUAIS LANÇAM CAMPANHA ‘CANTA A DEMOCRACIA’ CONTRA O GOLPE


"Serão dois grandes espetáculos, um no Rio de Janeiro, outro em Nova York. Arte, música, vídeo e poesia no palco com um único objetivo: defender a democracia brasileira", diz texto de divulgação da campanha que arrecada fundos para a iniciativa de "artistas e nomes fundamentais da cultura brasileira que se uniram, voluntariamente, para denunciar o risco da perda de direitos básicos da cidadania e de nossa democracia"; nomes como Wagner Moura, Fernando Morais, Letícia Sabatella, Tico Santa Cruz, Zélia Duncan, Roberto Amaral e Daniel Filho anunciam defender "o Brasil que já teve importantes conquistas e não pode, de forma alguma, voltar para trás. Um país que tem de assegurar o direito do voto. Um país que diz não ao golpe"

247 - Um grupo formado por intelectuais e importantes artistas da cultura brasileira criaram uma campanha a fim de arrecadar fundos para dois grandes espetáculos em defesa da democracia.

"Serão dois grandes espetáculos, um no Rio de Janeiro, outro em Nova York. Arte, música, vídeo e poesia no palco com um único objetivo: defender a democracia brasileira. Sem priorizar partidos políticos. Sem financiamentos ou apoios de grupos específicos. Os shows serão bancados por uma campanha totalmente independente. Por um Brasil mais ético", diz trecho do texto de divulgação.

A campanha, chamada 'Canta a Democracia', que está no Catarse, é de "artistas e nomes fundamentais da cultura brasileira que se uniram, voluntariamente, para denunciar o risco da perda de direitos básicos da cidadania e de nossa democracia".

"(...) querem defender os direitos de todo cidadão brasileiro. O Brasil das mulheres. Dos negros. Dos cidadãos LGBT. Dos indígenas. O Brasil dos trabalhadores, dos aposentados, dos estudantes, de todos nós. O Brasil que já teve importantes conquistas e não pode, de forma alguma, voltar para trás. Um país que tem de preservar o que já conseguiu com muita luta. Um país que tem de assegurar o direito do voto. Um país que diz não ao golpe", anunciam.


"A ideia é contar, nos dois espetáculos, com muita música, arte, vídeo e poesia, os principais fatos políticos recentes da nossa história, nossas lutas, o que ganhamos nos últimos anos, o que estamos sofrendo, o que não podemos perder", detalha a campanha. "Os espetáculos serão gravados para transmissão posterior em canal de televisão e para a produção de um vídeo. E ali, ao vivo, multiplicaremos nossa força transmitindo para todas as redes sociais, denunciando ao Brasil e ao mundo, como a nossa democracia está sendo usurpada".


Participam da iniciativa, que começou a arrecadar fundos na última quinta-feira 14, nomes como Wagner Moura, Bebel Gilberto, Fernando Morais, Letícia Sabatella, Tico Santa Cruz, Zélia Duncan, Bia Lessa, Ernesto Neto, Sérgio Sérvulo da Cunha, Márcia Tiburi, Edgard Scandurra, Tata Amaral, Arrigo Barnabé, Roberto Amaral e Daniel Filho.

A ideia é atingir a meta de R$ 170 mil até o dia 4 de agosto para realizar um show no Rio de Janeiro no dia 23 do mesmo mês, no Circo Voador. Caso a meta seja superada, a produção de Nova York se inicia com o Shout For Democracy Concert, no tradicional Apollo Theater.

Assista ao vídeo da campanha: