terça-feira, 12 de julho de 2016

Barbosa é apontado como líder da organização criminosa

O esquema atuava dentro da Receita Federal, com objetivo de sonegar imposto.

dimen

Blog do Neto Ferreira - O dono da Dimensão Engenharia, Antônio Barbosa Alencar, é apontado como líder de organização criminosa (ORCRIM), pela Polícia Federal, que atuava dentro da Receita Federal, com objetivo de sonegar imposto.

O empresário teria arregimentado funcionários públicos do órgão para integrar o esquema. Pois, ao ser descoberto suprimindo pagamentos de ordem tributária, pagou propina aos auditores fiscais, que prontamente aceitaram.

“Constatou-se a configuração de uma verdadeira organização criminosa (ORCRIM) comandada pelo empresário, em plena atividade, dividindo suas tarefas entre seus integrantes com objetivo de obter vantagem econômica a qualquer custo, e que para tal manteve agentes públicos no esquema criminoso e arregimentou outros também durante o período de investigação”, afirmou a Polícia Federal.

Babosa foi preso na manhã desta terça-feira (12), durante a operação Lilliput, juntamente com vários auditores fiscais.

Durante a operação, foram cumpridos 42 mandados judiciais, sendo 9 de prisão temporária, 11 de condução coercitiva e 22 de busca e apreensão.

Eles vão responder na Justiça pelos crimes de corrupção ativa e passiva, falsidade ideológica, inserção de dados falsos em sistema, além de crimes a ordem tributária.

IMG-20160712-WA0015

IMG-20160712-WA0016