quarta-feira, 27 de julho de 2016

Eleições municipais e os serviços dos profissionais de mídia



Por Emerson Araújo

A frase célebre dita por um blogueiro de Tuntum: - "o meu blog é a minha empresa" serve para motivar algumas reflexões sobre a relação dos pré-candidatos/candidatos a postos públicos nas eleições de outubro próximo aqui em Tuntum ou outra cidade do país com os profissionais de mídia.

Não dá mais para ser pré-candidato/candidato em qualquer processo eleitoral apenas com boas intenções ou com improvisos nos programas de governabilidade do executivo ou plataformas parlamentares dos edis mal formatadas para obedecerem os trâmites burocráticos da justiça eleitoral. Nas eleições atuais é preciso ir mais além, estimular e provocar a falta de satisfação do eleitorado para o voto diante da descrença da atividade política como um todo e é neste contexto que os serviços dos profissionais de mídia devem ser convocados nas campanhas municipais para reverterem através de estratégias de convencimento que o exercício do voto e a crença no político ainda podem ser viáveis diante deste quadro de depressão eleitoral visível.

As novas tecnologias no universo das mídias onde se incluem as redes sociais, também,  devem ser ferramentas utilitárias para o político diante do eleitor cada vez mais ávido por informações diversas, entre elas, a comunicação eleitoral deste tempo que só pode ser montada por profissionais qualificados que hoje as pequenas, médias e grandes possuem e que precisam ser contratados para este relevante serviço de interação com a sociedade na condição de eleitor. Já foi do tempo em que o alto falante barulhento do carro de som ou o comício que emporcalhava a praça pública eram as únicas ferramentas de comunicação eleitoral de candidatos de todo porte. No momento, os smartfones, os tablet's, notebook's, tv smart  transformaram a comunicação social em comunicação pessoal com respostas de convencimento na velocidade da luz para ser modesto. E é na força destas ferramentas que os pré-candidatos/candidatos devem apostar para as suas vitórias no campo eleitoral de outubro.

Chega de improviso e amadorismo na comunicação eleitoral, isso é a premissa urgente e a frase célebre dita por um blogueiro de Tuntum: - "o meu blog é a minha empresa" deve ser pensada como tática/estratégia de candidatos vitoriosos e um lembrete final,  os profissionais de mídia estão no mercado das cidades  para contribuírem profissionalmente com este exercício da cidade que é uma eleição.