sexta-feira, 22 de julho de 2016

Médico Noronha Filho morre em casa aos 71 anos em Teresina


Morreu em Teresina aos 71 anos o médico pediatra Antônio Noronha de Pessoa Filho. Conhecido como Dr. Noronha, foi grande defensor dos temas de interesse da saúde das crianças, se especializou em hebiatria e passou a se dedicar também a saúde dos adolescentes, foi prefeito da cidade de Monsenhor Gil e ainda incentivador Cultural.

De acordo com o seu irmão, José Noronha, há cerca de 20 dias, o médico havia descoberto um câncer no fígado. Ele chegou a fazer duas cirurgias e ficou internado por dez dias. Hoje ele foi liberado pelos médicos para voltar para casa e morreu apenas duas horas depois. "Ele sempre disse que queria morrer em casa", relatou o irmão.

O médico trabalhou com Torquato Neto e foi pioneiro no formato super oito de cinema e criador do projeto Balandê Baião, desenvolvido na cidade de Monsenhor Gil.

O corpo será velado na praça principal do município há 56 km da capital durante a madrugada. Neste sábado (23), as nove da manhã retorna para teresina onde será velado em sua casa na rua Antônio Medeiros de Noronha Número 100 no bairro Socopo. O sepultamento acontece por volta das 16h no cemitério São José, zona Norte de Teresina. "Ele pediu para ser enterrado aqui ao lado de nossa mãe", completou o irmão de Noronha.

O médico deixa um filho, o advogado Chico Couto.

Fonte: cidadeverde.com


Nota do Editor do Blog

Conheci o Dr. Noronha Filho na segunda metade dos anos 70 do século passado em Teresina. Mecenas/militante das artes e da cultura underground daqueles anos, ele depois foi, ainda,  prefeito de Monsenhor Gil e Secretário Estadual de Educação. A morte do Dr. Noronha Filho deixa uma lacuna na medicina e na cultura do Piauí irreparáveis.