sábado, 2 de julho de 2016

PIMENTA: JÚRI DO GOLPE FOI COMPRADO POR CUNHA

:

O deputado Paulo Pimenta (PT-RS) avalia que a delação premiada de Lúcio Funaro, braço direito de Eduardo Cunha (PMDB-RJ), irá atingir entre 80 e 120 deputados, que tiveram suas contas de campanha e suas dívidas eleitorais pagas pelo operador do PMDB; "isso vai demonstrar que o júri do impeachment foi comprado", afirma, fazendo referência aos deputados que votaram pelo impeachment no dia 17 de abril; segundo Pimenta, o Supremo Tribunal Federal não terá escapatória, a não ser anular o golpe, depois que ficar comprovado que Cunha pagava parlamentares; ele também avalia que o interino Michel Temer ainda tentará salvar seus aliados


RS 247 – O deputado Paulo Pimenta (PT-RS) avalia que a delação premiada de Lúcio Funaro (leia aqui), se vier a ser confirmada, atingirá de 80 a 120 deputados.

Esse seria o número de deputados que teriam tido suas contas eleitorais e suas dívidas de campanha pagas pelo operador do presidente afastado da Câmara.

"Isso vai demonstrar que o júri do impeachment foi comprado", afirma Pimenta, fazendo referência aos deputados que votaram pelo impeachment no dia 17 de abril.

Como consequência lógica, o Supremo Tribunal Federal não terá escapatória, a não ser anular o golpe, depois que ficar comprovado que Cunha pagava parlamentares.

Ele também avalia que o interino Michel Temer ainda tentará salvar seus aliados.

Confira, abaixo, alguns de seus tweets: