quinta-feira, 25 de agosto de 2016

PARANÁ PESQUISAS: 60% QUEREM NOVAS ELEIÇÕES

Se o Senado ouvir a voz das ruas, terá que, necessariamente, rejeitar o golpe parlamentar de 2016; isso porque 60% dos brasileiros apoiam a proposta da presidente Dilma Rousseff para que haja uma saída democrática e que sejam realizadas novas eleições antes de 2018; ao todo, 72% querem a saída do interino Michel Temer, quando se considera os que defendem que Dilma governe até 2018; a maioria (50,4%) também desaprova a administração do peemedebista; além disso, 66% dos brasileiros rejeitam a proposta de Temer de reduzir direitos trabalhistas para criar empregos

247 – Se o Senado tiver interesse em atender o interesse da população, deverá rejeitar o afastamento definitivo da presidente Dilma Rousseff no processo de impeachment, votação que ocorre no início da próxima semana.

Segundo levantamento realizado pelo instituto Paraná Pesquisas, 60% dos brasileiros apoiam a proposta de Dilma para que haja uma saída democrática e que sejam realizadas novas eleições antes de 2018.

Ao todo, 72% querem a saída do interino Michel Temer, se somados os percentuais que querem novas eleições com o dos que defendem que Dilma governe até 2018. A maioria (50,4%) também desaprova a administração do peemedebista.

Além disso, 66% dos brasileiros rejeitam a proposta de Temer de reduzir direitos trabalhistas para criar empregos e 43% acreditam que o desemprego irá aumentar nos próximos meses.

A amostra foi realizada entre os dias 20 e 24 de agosto com 2.023 entrevistados em 157 municípios brasileiros.