quarta-feira, 24 de agosto de 2016

PT NÃO TRAIU FLÁVIO DINO: Leilão do voto do impeachment de Roberto Rocha não teve êxito

ROBERTO ROCHA (PSB) CONTINUA GOLPISTA
O Blog apurou mais detalhes da matéria veiculada pela Folha de São Paulo sobre a articulação do PT com senadores nas eleições municipais em troca de votos contra o impeachment da presidente Dilma Rousseff.

Com o voto a leilão, o senador maranhense Roberto Rocha (PSB) jogou pesado. Em troca de seu voto favorável à Dilma, Roberto exigiu o apoio do PT a seus candidatos em São Luís, Imperatriz, Pinheiro e Balsas. Teve os pedidos negados. O próprio Roberto admite à Folha o leilão ao confirmar que conversou com Dilma e com o presidente interino, Michel Temer (PMDB).

Nas quatro grandes cidades, importantíssimas para o projeto de Flávio Dino, o governador reagiu forte e o PT não permitiu a mudança.

Já as mudanças do PT em Timon e Codó não são necessariamente vitória de Roberto Rocha. O PT só mudou a posição nos dois municípios porque os senadores João Alberto (PMDB) e Edison Lobão (PMDB) também tinham interesse no mesmo candidato. Os petistas esperam contar com os votos dos três senadores do Maranhão.

O episódio escancarado revela o nível de representação do Maranhão no Senado. Em especial do “senador da mudança”, que não teve vergonha de escancarar que seu voto está a leilão e não será de acordo com sua consciência e interpretação se houve ou não crime de responsabilidade da presidente Dilma. Mas se com o PT está difícil, com o PMDB não avançou em nada. Parece que não acha comprador.

Fonte: Blog do Clodoaldo Corrêa
Compartilhe:

Copyright © | Direção: Jornalista Emerson Araújo | Bate Tuntum | Suport/ 99 98271-8514