quarta-feira, 17 de agosto de 2016

SEM “MEDO”, DILMA FARÁ SUA PRÓPRIA DEFESA NO SENADO


Presidente eleita Dilma Rousseff confirmou que fará pessoalmente sua defesa na sessão de votação final do processo de impeachment pelo Senado, que terá início na próxima quinta-feira 25; "Será a manifestação de uma presidente que irá ao Senado e que está sendo julgada por um processo de impeachment sem crime de responsabilidade", afirmou; ela também está finalizando o discurso que fará aos senadores durante a sessão; sobre a possibilidade de enfrentar a agressividade de alguns senadores contrários à sua permanência no cargo, ela foi enfática: "Nunca tive medo disso. Aguentei tensões bem maiores na minha vida. É um exercício de democracia"

247 - A presidente eleita Dilma Rousseff confirmou que fará pessoalmente sua defesa no Senado na sessão de votação final do processo de impeachment, que terá início na próxima quinta-feira 25.

"Será a manifestação de uma presidente que irá ao Senado e que está sendo julgada por um processo de impeachment sem crime de responsabilidade", disse Dilma à Folha de S. Paulo nesta quarta. A data para que ela se defenda, porém, ainda não foi definida. Ela também estaria finalizando o discurso que fará aos senadores durante a sessão.

Ela também disse não temer a agressividade de alguns senadores contrários a sua permanência no cargo. "Nunca tive medo disso. Aguentei tensões bem maiores na minha vida. É um exercício de democracia", ressaltou.

Sua ida pode prever perguntas de parlamentares, mas ela não é obrigada a respondê-las. "Se eles quiserem que o Brasil veja um show do tipo de 17 de abril (quando foi votada a admissibilidade do processo de impeachment pela Câmara)...", comentou, sem concluir a frase.
Compartilhe:

Copyright © | Direção: Jornalista Emerson Araújo | Bate Tuntum | Suport/ 99 98271-8514