terça-feira, 9 de agosto de 2016

TELMÁRIO: PROCESSO É VICIADO DESDE A ORIGEM



O senador Telmário Mota (PDT-RR) considerou "viciado desde a origem" o processo por crime de responsabilidade contra a presidente afastada Dilma Rousseff; em pronunciamento no Plenário nesta quarta-feira (9), o parlamentar disse que a indicação do senador Antonio Anastasia (PSDB-MG) como relator foi ilegítima pelo fato de ele ser do mesmo partido dos autores da denúncia; Telmário anunciou que vai votar contra o impeachment por convicção e disse que o PDT "sempre defendeu a legalidade"

Agência Senado - O senador Telmário Mota (PDT-RR) considerou "viciado desde a origem" o processo por crime de responsabilidade contra a presidente afastada Dilma Rousseff. Em pronunciamento no Plenário nesta quarta-feira (9), o parlamentar disse que a indicação do senador Antonio Anastasia (PSDB-MG) como relator foi ilegítima pelo fato de ele ser do mesmo partido dos autores da denúncia.

Telmário observou também que as contas de 2015 de Dilma — que serviram de base para o processo — ainda não receberam parecer do Tribunal de Contas da União (TCU), nem foram analisadas pela Comissão Mista de Orçamento e pelo Congresso Nacional. Para o senador, a abertura de créditos suplementares por decreto é permitida pela lei orçamentária e, por isso, não há como imputar crime de responsabilidade a Dilma.

O parlamentar lamentou o fato de a presidente estar recebendo votos de muitos senadores que, até há pouco tempo, eram ministros de seus governo e, portanto, corresponsáveis por seus atos. Após afirmar não haver tido qualquer participação no governo da presidente, Telmário anunciou que vai votar contra o impeachment por convicção e disse que o PDT "sempre defendeu a legalidade".