• DIVULGUE COM A GENTE E APAREÇA • batetuntum@gmail.com •

quarta-feira, 5 de outubro de 2016

Mais um tuntunense é agraciado com título de doutor no Rio de Janeiro

O tuntunense, Carlos Leonardo Figueiredo Cunha, defendendo tese de doutorado na UFRJ em setembro último e aprovado com honra ao mérito
O enfermeiro tuntunense Carlos Leonardo Figueiredo Cunha foi agraciado com o título de doutor pelo IESC/UFRJ com honra ao mérito no dia 23 de setembro próximo passado na cidade do Rio de Janeiro com a defesa da tese: ASSISTÊNCIA SUPLEMENTAR AOS SERVIDORES PÚBLICOS E MILITARES NO BRASIL: dos esquemas corporativos tradicionais ao mercado subsidiado.
Banca de examinadores da UFRJ
Carlos Leonardo Figueiredo foi aprovado em 1º lugar em todas as etapas do processo de seleção do doutorado da UFRJ com nota máxima, tornando-se, ainda, o primeiro tuntunense detentor desta titulação na área da saúde na história do município.
Familiares do Dr. Carlos Leonardo Figueiredo da Cunha durante defesa de tese de doutorado na UFRJ
Orientado pela Professora/Doutora Lígia Bahia da UFRJ, Carlos Leonardo Figueiredo Cunha segue a linhagem de outros doutores da família Figueiredo de Tuntum em áreas de conhecimentos diferentes e, por conta, disso é mais um orgulho e exemplo de filho da terra que optou pela dedicação do estudo.
Dr. Carlos Leonardo Figueiredo  Cunha e professora orientadora da tese de doutorado defendida na UFRJ
Leia o sinopse da tese: ASSISTÊNCIA SUPLEMENTAR AOS SERVIDORES PÚBLICOS E MILITARES NO BRASIL: dos esquemas corporativos tradicionais ao mercado subsidiado, defendida pelo, agora, Dr. Carlos Leonardo Figueiredo Cunha:

"Os servidores públicos e suas instituições conformam um dos importantes núcleos de organização de demandas e ofertas de esquemas assistenciais de saúde no Brasil. Mesmo após a Constituição de 1988, que instituiu o sistema público de saúde, vêm sendo estabelecidos de modo crescente marcos institucionais e regulatórios e normas políticas, que criaram modelos cumulativos públicos de atenção à saúde e esquemas suplementares destinados a esse público. Este trabalho problematiza a assistência suplementar de servidores públicos civis e militares no sistema de saúde no Brasil e no mercado de planos privados do segmento de saúde. A hipótese que orientou a tese é a de que a assistência suplementar à saúde de servidores públicos civis e militares no país constitui-se num importante vetor para privatização e organização de demandas e ofertas de planos privados de saúde segundo um gradiente de maior ou menor proximidade às formas tradicionais de seguro comercial. Conclui-se que a diversidade de esquemas assistenciais, arranjos institucionais, modalidades de oferta e prestação de assistência suplementar para o funcionalismo representam, por um lado, a fragilidade e a incoerência da burocracia pública, que consente com a privatização da saúde e, por outro, a resistência à adesão aos formatos menos mutualistas, baseados em cálculos de risco individualizados."
Familiares do Dr. Carlos Leonardo Figueiredo  Cunha na UFRJ
Compartilhe:

Copyright © | Direção: Jornalista Emerson Araújo | Bate Tuntum | Suport/ 99 98271-8514