quarta-feira, 16 de novembro de 2016

Morte de Mariana Costa: os mistérios nos exames que a polícia não vai revelar

lucas-porto-no-elevado-do-predio-da-vitma
O empresário Lucas Porto já confessou o crime de que foi vítima a cunhada dele, Mariana Costa Araújo Pinto, morta asfixiada no dia 13, domingo, no apartamento dela. Mas os mistérios continuam quanto a motivação do assassinato, embora o criminoso queira passar que a causa foi sexual. O secretário de Segurança Pública, Jefferson Portela, aumentou o mistério em entrevista ao jornalista Alex Barbosa (correspondente da Globo/TV Mirante) que exames foram feitos, mas que uns serão informados e outros não por causa das famílias.

O próprio Portela deixou claro que ainda não a acredita em motivação sexual ou no desejo de longos anos que o criminoso teria pela vítima. E lembrou que Lucas Porto mentiu na primeira vez em que dizia ser inocente. A autoridade não confirmou se houve estupro ou relação consentida.

E quais seriam os mistérios que rondam o caso? O que leva o secretário a não acreditar que não houve motivação sexual? Que exames são esses que não podem ser informados? Qual o exame que impactaria as famílias e que a sociedade não pode tomar conhecimento?

São indagações que Jefferson Portela já deve ter as respostas e, com certeza, nada falará sobre elas. Por si só, a tragédia já abalou a sociedade e as famílias. E o lado humano do secretário bateu mais forte.

Blog do Luís Cardoso