quarta-feira, 16 de novembro de 2016

PGR DENUNCIA SENADOR CIRO NOGUEIRA AO STF

Marcos Oliveira/Agência Senado

O procurador-geral da República, Rodrigo Janot, denunciou nesta quarta (16) o senador Ciro Nogueira (PP-PI) ao Supremo Tribunal Federal (STF) pelos crimes de corrupção e lavagem de dinheiro no âmbito da Operação Lava Jato; de acordo com a acusação, o senador recebeu R$ 2 milhões de propina da UTC Engenharia, uma das empreiteiras investigadas na Lava Jato, em obras vinculadas ao Ministério das Cidades e ao estado do Piauí; os fatos foram delatados pelo empreiteiro Ricardo Pessoa, da UTC

André Richter - Repórter da Agência Brasil

O procurador-geral da República, Rodrigo Janot, denunciou hoje (16) o senador Ciro Nogueira (PP-PI) ao Supremo Tribunal Federal (STF) pelos crimes de corrupção e lavagem de dinheiro no âmbito da Operação Lava Jato.

De acordo com a acusação, o senador recebeu R$ 2 milhões de propina da UTC Engenharia, uma das empreiteiras investigadas na Lava Jato, em obras vinculadas ao Ministério das Cidades e ao estado do Piauí. Os fatos foram delatados pelo empreiteiro Ricardo Pessoa, da UTC, um dos delatores do esquema de corrupção na Petrobras.

Na denúncia, a procuradoria também pediu ao Supremo que o senador seja condenado a devolver o valor que teria sido recebido de propina aos cofres públicos.

As acusações serão analisadas pelo ministro Teori Zavascki, relator das ações oriundas da Lava Jato no STF. Se a denúncia for aceita, o parlamentar passará à condição de réu.

A Agência Brasil buscou contato com a assessoria do senador, mas ainda não obteve resposta.