quinta-feira, 19 de janeiro de 2017

Cai número de alunos com nota mil na redação do Enem e sobe total de zero

Caderno de prova do Enem 2016 (Foto: G1/G1)
Caderno de prova do Enem 2016 (Foto: G1/G1)

Só 77 pessoas tiraram nota máxima na redação do Enem 2016; por outro lado, 84.236 candidatos tiveram a redação anulada.

Diminuiu o número de alunos que conseguiram tirar a nota máxima na redação do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) e aumentou a quantidade daqueles que tiraram zero no último ano. O acesso às notas do Enem 2016 foi liberado nesta quarta-feira (18).

ENEM: COBERTURA COMPLETA

Em 2016, só 77 participantes do exame conseguiram alcançar nota mil na redação, segundo o Ministério da Educação (MEC). O número é menor do que o registrado no ano anterior, quando 104 candidatos conseguiram nota máxima. Em 2014, foram 250 redação com notas mil.



Aumento das notas zero

Embora o MEC tenha adotado critérios diferentes de divulgação entre 2015 e 2016, os dados apontam que houve aumento no total de alunos que ficaram com nota zero. Em 2015, 53 mil participantes ficaram nesta situação.

Nesta edição, 84.236 ficaram com nota zero por causa de um dos seis motivos abaixo:

fuga ao tema
cópia de texto motivador
texto insuficiente
não atendimento ao tipo textual
parte desconectada
propostas que ferem os direitos humanos

Além disto, nesta edição, houve ainda 206.127 mil pessoas que ficaram com nota zero por causa do não comparecimento ao segundo dia de provas, ou por deixar a redação em branco.

O principal motivo para a anulação (46.874 candidatos) foi fuga ao tema. Quase 5 mil alunos tiveram seus textos desconsiderados pela banca examinadora por ferir os direitos humanos, impeditivo previsto em edital.

O MEC não divulgou detalhes sobre os motivos da anulação em 2014.

A média total dos participantes do Enem 2016 também caiu em ciências da natureza e ciências humanas e subiu em linguagens e matemática.

Média geral nas quatro áreas

Em linguagens e códigos, a nota média total foi de 520,5 pontos. No Enem 2015, a média foi 505,3 pontos. Em 2014, a nota foi 507,9 pontos.

Em matemática, a média foi 489,5 pontos, sendo que nos anos anteriores havia sido de 467,9 (2015) e 473,5 (2014).

Em ciências da natureza, a média caiu de 478,8 (2015) para 477,1 pontos.

Já em ciências humanas, na edição de 2015 a nota foi 558,1 pontos. Agora, ela ficou em 533,5 pontos.

ENEM 2016 - 2º DIA - PROVA AZUL - REDAÇÃO (Foto: G1 )
ENEM 2016 - 2º DIA - PROVA AZUL - REDAÇÃO (Foto: G1 )

Tema da redação

O tema cobrado na última edição do Enem foi "Caminhos para combater a intolerância religiosa no Brasil". No dia da prova, em 6 de novembro, o G1ouviu professoras de redação do Rio de Janeiro, de São Paulo e de Campinas (SP), que listaram dicas e estratégias para não perder pontos na prova de redação.

Entre elas estavam: não focar nos 'caminhos' de combate à intolerância, fazer proselitismo e não se manter neutro e ficar só na superfície do tema. Além disso, a colunista do G1, Andrea Ramal, produziu uma redação modelo sobre o tema. Nas redes sociais, internautas se dividiram entre elogios ao assunto e o apontamento da polêmica que ele pode criar entre os adeptos de diferentes credos.

Na aplicação do Enem adiado, feito nos dias 3 e 4 de dezembro, o tema da redação foi "Caminhos para combater o racismo no Brasil". Na edição do Enem aplicada para pessoas privadas de liberdade, o tema da prova de redação foi "Alternativas para a diminuição do desperdício de alimentos no Brasil".
Página da prova de Redação do Enem adiado de 2016 (Foto: Reprodução/Inep)
Página da prova de Redação do Enem adiado de 2016 (Foto: Reprodução/Inep)


G1