sexta-feira, 20 de janeiro de 2017

“É LAMENTÁVEL TROCAR PRINCÍPIOS POR CARGOS”, DIZ FIGUEIREDO


Em entrevista à Folha de S.Paulo, o deputado federal André Figueiredo (PDT-CE), que concorre à presidência da Câmara, classificou como lamentável o apoio do PC do B a Rodrigo Maia (DEM-RJ) e um “tiro no pé” dos partidos de esquerda que seguirem o mesmo caminho, incluindo o PT. O parlamentar disse ainda que Lula deu o aval para que os deputados petistas apoiem o candidato do governo e que, caso seja eleito, irá pautar as reformas tributária e trabalhista, além de barrar a anistia ao caixa dois

Ceará 247 - Candidato da oposição nas eleição da Câmara dos Deputados, André Figueiredo (PDT-CE) classificou como “lamentável” o apoio do PC do B à reeleição de Rodrigo Maia (DEM-RJ) e a possibilidade do PT seguir o mesmo caminho. “É restante para quem confia nesses partidos, para quem veste a camisa deles. É absolutamente lamentável alguns parlamentares realmente defenderem a tese de que é necessário trocar seus princípios por cargos”, disse, em entrevista à Folha de S.Paulo, publicada nesta quinta (20).

André Figueiredo disse ainda que resistiu, no primeiro momento, à tese da candidatura e que o apoio ao candidato do governo representa “o esfacelamento da história do PT, do PC do B”. “É um grande tiro no pé. Têm uma opção que foi instigada por eles mesmos. Não foi ideia do PDT”, afirmou.

A respeito a opinião de Lula sobre o caso, o deputado disse que o ex-presidente deu o aval para que o PT apoiasse Maia, que sua relação com o Executivo seria respeitosa, que pautaria a reforma tributária e trabalhista e que a anistia para caixa dois não faz parte de seu projeto. “Não queremos corroborar anistia a qualquer tipo de crime”.

Leia a entrevista completa aqui.