sábado, 28 de janeiro de 2017

Governo libera aproximadamente R$ 500 mil em crédito para associação de produtores rurais de Tuntum


O evento de entrega de contrato de repasse do recurso foi realizado nesta sexta-feira (27), no município de Tuntum beneficiando 39 famílias. 
Foto: Divulgação

Um mês. Este foi o período entre a aquisição de terra de 972 hectares e a liberação de aproximadamente R$ 500 mil para a Associação dos Produtores Rurais do povoado Cigana, no município de Tuntum. O evento de entrega de contrato de repasse do recurso foi realizado nesta sexta-feira (27), no município de Tuntum beneficiando 39 famílias.
A secretaria de Estado da Agricultura Familiar (SAF), por meio da Unidade Técnica Estadual que executa o Programa Nacional de Crédito Fundiário (PNCF) no Maranhão liberou R$ 472.662,84 do Subprojeto de Investimentos Comunitários (SIC) – um recurso não reembolsável- para a Associação dos Produtores Rurais do povoado Cigana, investir em projetos comunitários.
Além do recurso as famílias tiveram oficina de capacitação de dois dias para execução do SIC na comunidade. “Com este recurso nós vamos investir na criação de suinocultura, avicultura caipira, horticultura, quintais agroflorestais, casa de farinha e usina de arroz. Fora isso, nós teremos acompanhamento e assistência técnica”, contou, com felicidade, o presidente da associação José Elias (Riba Soró).
O coordenador da UTE da SAF, João Batista Rios, lembrou que sua equipe na secretaria, vem trabalhando fortemente, para desenvolver o PNCF no Estado. No mês de dezembro do ano passado, as famílias do povoado Cigana receberam das mãos do governador Flávio Dino, a titulação de 972 hectares de terra, que darão segurança jurídica para os agricultores e hoje, recebem quase meio milhão de reais para investir no setor produtivo.
“Uma das políticas que visam o desenvolvimento rural é o PNCF, do Governo Federal, que oferece aos trabalhadores rurais condições para financiar um imóvel rural e permite ainda, estruturar os imóveis com os recursos do SIC. E o Governo do Estado está trabalhando para que o PNCF alcance todos os assentados do Maranhão”, destacou o coordenador.

O PNCF estava parado no Maranhão há 10 anos. O Sistema SAF (composto pela SAF, Agência Estadual de Pesquisa Agropecuária e Extensão Rural- Agerp e Instituto de Colonização e Terras do Maranhão- ITERMA), trabalha com ações vinculadas para dar dignidade e qualidade de vida ao homem do campo.

“Não basta ter só a terra, é necessário produzir na terra. Hoje, a associação do povoado Cigana tem terra, dinheiro e assistência técnica. Essas ações mostram que estamos no caminho certo”, explicou a secretária Adjunta de Extrativismo, Povos e Comunidades Tradicionais da SAF, Luciene Dias Figueiredo.

Para o prefeito de Tuntum e presidente da FAMEM, Cleomar Tema, a liberação do recurso representa o compromisso do Governo do Estado em desenvolver a zona rural nos municípios. “As famílias vão produzir mais, melhor e com dignidade. É visível as ações do Governo do Estado voltadas para o setor social no Maranhão”, enfatizou.
“Nós temos um governo que trabalha para quem mais precisa e valoriza o agricultor familiar. Ações como essas são essenciais para alavancar a real economia do Maranhão, que não precisa apenas ser de investimentos em dinheiro, mas também na dignidade das pessoas”, concluiu o secretário da SAF Adelmo Soares.

Estavam presentes no evento Evandro Barbosa, representando a Federação dos Trabalhadores e Trabalhadoras na Agricultura do Estado do Maranhão (FETAEMA), Sebastião Vagner Urbano, gestor regional da Agerp de Presidente Dutra, vereadores, presidentes de associações, secretários e sociedade civil organizada.

Fonte: Ascom/SAF/Governo do Maranhão(Com edição)