segunda-feira, 20 de fevereiro de 2017

Agropolo do Médio Sertão vai desenvolver potenciais da fruticultura na região

Secretário adjunto da Sagrima, Emerson Macedo, apresenta o programa a produtores e entidades parceiras na região.
 Foto/Divulgação
A região de São Domingos, conhecida pela farta produção de abacaxi, receberá mais incentivos do Governo do Estado para o desenvolvimento da cadeia produtiva dessa e de outras frutíferas, por meio do Programa Agropolos. O polo do Médio Sertão começou a ser implantado no último sábado, 18, pela Secretaria de Agricultura, Pecuária e Pesca (Sagrima).

Em seminário promovido pela secretaria no município de São Domingos, prefeitos, secretários municipais de agricultura, técnicos e representantes de instituições de ensino, pesquisa e financeiras, além das agências estaduais de Defesa Agropecuária (Aged) e de Pesquisa e Extensão Rural (Agerp) discutiram as potencialidades a serem desenvolvidas a partir de agora pelo programa.

“Estamos muito contentes com a criação de um agropolo aqui. Jatobá já foi uma região de destaque na produção e hoje precisa de incentivos. Dessa vez, eu sei que é um programa que não vai ficar só no papel, porque agora nós temos a quem levar nossas demandas e discutir soluções”, disse Antônio Ferreira, secretário de agricultura de Jatobá.

O Agropolo do Médio Sertão será composto pelos municípios de São Domingos do Maranhão, Colinas, Santa Filomena, Governador Luiz Rocha e Jatobá. Ao final do encontro, foi formado o comitê gestor do polo e anunciadas as primeiras ações previstas para 2017: assistência técnica e gerencial a produtores e a implantação de viveiro de produção de mudas.

Para o secretário da Sagrima, Márcio Honaiser, o novo agropolo vem somar com o trabalho já feito pelos produtores na região. “O abacaxi nessa região já vem se destacando, mas ainda é necessário investir em tecnologias e nas demais etapas dessa cadeia produtiva, além de diversificar a produção agropecuária com outros itens. Esse é o papel dos agropolos: perceber a vocação de cada região e unir esforços com parceiros públicos e privados para desenvolver esse potencial”, explicou.

O objetivo dos agropolos é desenvolver os potenciais produtivos das várias regiões do estado. Em parceria com produtores, sindicatos, instituições financeiras, de ensino e pesquisa, são realizadas ações para aumento da produção, difusão de novas tecnologias e incentivo à agro industrialização e comercialização de produtos maranhenses.Depois dos agropolos da Ilha, Rio Balsas, Rio Tocantins e Rio Mearim, agora a região do Médio Sertão terá seu polo. “Vimos como os agropolos estavam tendo sucesso em outras regiões e procuramos a Sagrima para ser parte do programa, que chega para consolidar ainda mais o polo de fruticultura e melhorar a nossa produção”, disse o secretário de Agricultura de São Domingos, João Pitanga.

Governo do Maranhão