sexta-feira, 17 de fevereiro de 2017

DINO ASSINA CONVÊNIO PARA ESCOLAS PARA TEREM CURSOS TÉCNICOS EM AGRONEGÓCIOS


Presidentes de Federações de Agricultura e Pecuária da região Nordeste estiveram em reunião com o governador Flávio Dino, com o presidente da Confederação e Pecuária do Brasil (CNA), João Martins, e com o secretário-executivo do Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar), Daniel Carrara, no Palácio dos Leões, para firmar parcerias e discutir políticas de agronegócios no Brasil; na ocasião, o Governo do Maranhão e o Senar assinaram convênio para que seja desenvolvido no estado o programa da Rede E-Tec Senar (Curso Técnico em Agronegócio)

Presidentes de Federações de Agricultura e Pecuária da região Nordeste estiveram em reunião com o governador Flávio Dino, com o presidente da Confederação e Pecuária do Brasil (CNA), João Martins, e com o secretário-executivo do Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar), Daniel Carrara, na noite de quarta-feira (15), no Palácio dos Leões, para firmar parcerias e discutir políticas de agronegócios no Brasil. Na ocasião, o Governo do Maranhão e o Senar assinaram convênio para que seja desenvolvido no estado o programa da Rede E-Tec Senar (Curso Técnico em Agronegócio).

De acordo com Flávio Dino, o Governo tem um trabalho no adensamento e organização das cadeias produtivas que envolvem os produtores visando a tecnologia, o acesso a técnicas modernas, assistência técnica, apoio a comercialização, melhoria da infraestrutura e marcos legais novos. “O convênio que nós assinamos hoje é para que haja uma parceria em que o Senar entra com o conhecimento e com os instrutores e as escolas da rede estadual serão utilizadas para receber esses cursos”, explicou.

Para o governador, essa parceria significa mais oportunidades para que os produtores maranhenses possam ter acesso a conhecimento e com isso aumentarem a produção e a produtividade. “Nós precisamos tirar a agricultura do nosso estado do patamar da mera subsistência. Isso só se faz com tecnologia. Por isso é importante a visita de toda a direção da CNA e do Senar no nosso estado para conhecer a nossa infraestrutura, a nossa logística, e assinar esse convênio que vai possibilitar que os nossos produtores possam se capacitar e com isso trabalhar ainda mais em favor do Maranhão”, informou.

O secretário de Estado da Educação, Felipe Camarão, disse que esse convênio contempla os dois principais pilares de desenvolvimento defendidos pelo governador Flávio Dino: educação e produção. “Essa parceria é importante para que nossas escolas possam ser utilizadas nos finais de semana e feriados, sem atrapalhar o normal andamento das aulas, possibilitar o ensino tecnológico e rural para cidades que tanto precisam e com isso a gente vai aumentar a produtividade e a capacidade de trabalho dos nossos cidadãos”, enfatizou.

O presidente da CNA, João Martins, disse que a visita de cortesia ao governador Flávio Dino faz parte da programação coordenada pela Federação da Agricultura e Pecuária do Estado do Maranhão (Faema) e tem como ponto alto a 24ª reunião da diretoria da Confederação, que traz como pauta principal assuntos internos do sistema CNA/ Senar. Durante a reunião, o presidente relatou que visitou o Porto do Itaqui e elogiou a estrutura do local, importante vetor do desenvolvimento econômico maranhense.

Parceria Governo/Senar

O presidente do Senar destacou que nos últimos anos o órgão tem investido em educação formal, voltado para o jovem do campo. Uma das iniciativas é o E-Tech, curso de gestão do agronegócio, técnicos de nível médio, que já chega ao Maranhão com sucesso. “Essa iniciativa tem sido muito bem sucedida no país como um todo e aqui no Maranhão com destaque, estamos abrindo agora três novas turmas e a maior concorrência do Brasil está sendo no polo de Balsas e no polo de Imperatriz”, disse.

Segundo Carrara, o convênio com o Governo do Estado vai ajudar a ampliar as metas do Senar, sobretudo pela preocupação que o Serviço Nacional de Aprendizagem Rural tem com as instalações físicas. “A parte prática, pedagógica, metodológica é o nosso negócio. O parceiro nos dando boas instalações físicas nos dá melhor qualidade”, enfatizou.

O secretário de Agricultura, Pecuária e Pesca, Márcio Honaiser, frisou que é uma honra para o Maranhão receber a CNA, o Senar e todos os presidentes de Federações de Agricultura e Pecuária da região Nordeste. Para ele, esse gesto é um reconhecimento do “empenho e dedicação que o Governo está tendo com o setor primário, com o setor agrário do nosso estado”.

Honaiser ressaltou que o Governo já possui uma boa relação com o Senar no âmbito do programa ‘Mais Produção’, em que cinco das 10 cadeias produtivas acompanhadas pelas políticas do Estado possuem reforço da assistência por intermédio de parceria com o Senar.

“Então nós já temos essa relação e agora ela se amplia com mais um produto de parceria, que é exatamente esse uso das escolas estaduais para esses cursos. De modo que nós estamos intensificando essa parceria com as entidades da agropecuária, porque elas têm conhecimento e experiência e podem ajudar ainda mais os produtores do Maranhão”, esclareceu o governador Flávio Dino.

Fonte: Ascom