terça-feira, 28 de março de 2017

Brasil joga para ser número 1 do mundo, 1º classificado para a Copa e o 1º favorito

Resultado de imagem para DANTE FERNANDEZ/AFP
Mais do que manter o 100% de aproveitamento sob o comando de Tite, a seleção brasileira vai a campo diante do Paraguai podendo conseguir outros feitos impressionantes. Afinal, a equipe pode deixar o gramado da Arena Corinthians nesta terça-feira com a classificação matematicamente garantida à Copa do Mundo e também com a liderança do ranking da Fifa.

Caso ganhe o duelo na capital paulista, o Brasil ultrapassará a Argentina e irá assumir o primeiro lugar da lista, algo que não ocorre desde maio de 2010, antes do Mundial da África do Sul. Neste período, a seleção amargou a sua pior colocação na relação da entidade que comanda o futebol: uma 22ª posição em junho de 2013.

O triunfo diante dos paraguaios, que seria o nono desde que Tite assumiu o cargo de técnico, faria o Brasil ir a 1661 pontos, enquanto a Argentina, mesmo que ganhe da Bolívia fora de casa, pode somar no máximo 1655 na próxima atualização do ranking.

Isso, porém, não é algo que tenha importância para o treinador. "O que menos levo em consideração é ser primeiro do ranking. Não estou nem aí. Quero preparar a minha equipe para que jogue bem, que proporcione um grande espetáculo", afirmou na última quarta-feira.

A título de curiosidade, o Brasil já foi à Copa na condição de líder do ranking em três ocasiões: 1998, 2006 e 2010. Na primeira, perdeu a decisão para a França, então país-sede do torneio; já nas outras duas, acabou eliminado nas quartas de final.

Além do topo da lista da Fifa, os três pontos ainda podem significar a confirmação da classificação. Para isso, os brasileiros têm de contar com derrotas de Equador e Chile, que jogam em casa contra Colômbia ne Venezuela, respectivamente. Assim, o país pentacampeão mundial iria a 33 pontos, 13 de vantagem sobre os atuais quinto e sexto colocados, com 12 por disputar.

Até o momento, a única seleção assegurada no Mundial é a Rússia, país-sede. Nem mesmo equipes europeias, que têm eliminatórias com menos jogos - cada equipe disputa dez partidas contra 18 dos sul-americanos - já garantiram a classificação matematicamente.

O passaporte carimbado ainda seria outro argumento para quem pensa que o Brasil é o principal ou um dos principais candidatos ao título no ano que vem. Atualmente, a seleção vem de sete vitórias seguidas nas eliminatórias, o que fez Tite superar o recorde de João Saldanha em 1969 de maior número de triunfos consecutivos de um técnico brasileiro em uma mesma edição da competição. E o recorde veio com direito a triunfos por 3 a 0 sobre a Argentina e 4 a 1 diante do Uruguai.

FICHA TÉCNICA:

BRASIL X PARAGUAI

Local: Arena Corinthians, em São Paulo (SP)
Data: 28 de março de 2017, terça-feira
Horário: 21h45 (de Brasília)
Árbitro: Víctor Carrillo (Peru)
Assistentes: Jonny Bossio e Coty Carrera (ambos do Peru)

BRASIL: Alisson; Fagner, Marquinhos, Miranda e Marcelo; Casemiro, Paulinho, Philippe Coutinho, Renato Augusto e Neymar; Roberto Firmino. Técnico: Tite

PARAGUAI: Antony Silva, Bruno Valdez, Paulo da Silva, Marcos Cáceres e Junior Alonso; Cristian Riveros, Rodrigo Rojas, Víctor Cáceres e Derlis González; Cecilio Domínguez e Dario Lezcano. Técnico: Francisco Arce

Com informações ESPN/Uol
Compartilhe:

Copyright © | Direção: Jornalista Emerson Araújo | Bate Tuntum | Suport/ 99 98271-8514