quarta-feira, 10 de maio de 2017

CONTRA OS TRABALHADORES: TEMER BENEFICIA WALDIR MARANHÃO POR VOTO PELA REFORMA DA PREVIDÊNCIA

Bate Tuntum, 247, com Blog Marrapá - O deputado federal Waldir Maranhão (PP-MA) acaba de ser beneficiado com um cargo no Governo Federal. José Alexandre da Costa Machado, amigo do filho do deputado, será diretor da ABDI (Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial).

O órgão é ligado ao Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços. Até bem pouco tempo atrás, Waldir era da base de oposição ao Governo Michel Temer e próximo a Lula, tanto que se cogitava a hipótese do deputado se filiar ao PT. Além disso, Waldir anulou o impeachment de Dilma Rousseff após Temer assumir.

O “cargo” faz parte de uma manobra do Governo Federal aprovar a reforma da Previdência. Em abril, o deputado votou a favor da reforma trabalhista, um indicativo dessa nova postura do “camaleão” Waldir Maranhão.

O presidente da Central Única dos Trabalhadores, Vagner Freitas, disse, na semana passada, que, "do dia 15 a 19 de maio faremos uma ocupação em Brasília para impedir a votação, se tiver votação, da (reforma) da Previdência e da reforma trabalhista". "Temer já é carta fora do baralho. Se quer continuar sendo parlamentar, vote com os trabalhadores", afirmou.

Freitas ainda fez um alerta: "se a ocupação não gerar frutos, tiraremos uma data de nova greve geral, maior que a do dia 28", que, segundo ele, foi a "maior de nossa história". "O governo está pressionado. Temos condição de, com apoio da sociedade, reverter essas propostas", acrescentou.

A proposta de reforma da Previdência aumenta a idade mínima da aposentadoria de 53 para 65 anos, tanto para homens como para mulheres, e o tempo mínimo de contribuição aumenta de 15 para 25 anos. Depois o governo recuou, e passou a propor a idade mínima de 62 anos para mulheres. Segundo o governo, o trabalhador terá de contribuir durante 40 anos para ter acesso à aposentadoria integral, e não mais 49, como estava previsto inicialmente.