• DIVULGUE COM A GENTE E APAREÇA • batetuntum@gmail.com •

segunda-feira, 10 de julho de 2017

COMPRA DE VAGA NA CCJ REFORÇA NOVA ACUSAÇÃO CONTRA TEMER

247 - Prestes a ser denunciado novamente pelo procurador-geral da República, Rodrigo Janot, pelo crime de obstrução judicial, Michel Temer reincidiu na prática nesta segunda-feira 10.

A fim de conseguir votos ao seu favor na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara, contra a denúncia por corrupção que será votada no colegiado nesta semana, diversos partidos trocaram seus membros no colegiado. 

O deputado Delegado Waldir, do PR de Goiás, acusou o governo Temer de "comprar" sua vaga na Comissão, notícia que ficou sabendo pela imprensa, pouco antes do início da sessão em que o relator, Sergio Zveiter (PMDB-RJ), leria seu parecer favorável à admissão da denúncia.

"Me venderam. Governo corrupto, vai cair. Sabem o que é isso? Barganha!", disse, aos gritos, o parlamentar que foi substituído na CCJ (assista ao vídeo aqui).

Com o episódio, Temer reincidiu na obstrução à Justiça. A denúncia de Janot se baseia em acusações de que Temer tenha mandando silenciar Eduardo Cunha e Lúcio Funaro, que estão presos.
Compartilhe:

Copyright © | Direção: Jornalista Emerson Araújo | Bate Tuntum | Suport/ 99 98271-8514