• DIVULGUE COM A GENTE E APAREÇA • batetuntum@gmail.com •

domingo, 2 de julho de 2017

Corpo de porteiro vítima de tiroteio no Rio de Janeiro é sepultado no Maranhão


O corpo do maranhense Fábio Franco de Alcântara, 39 anos, que trabalhava como porteiro de um prédio no Rio de Janeiro, foi enterrado neste sábado (1º) no povoado Santa Inês do João Rita, zona rural da cidade de Bom Lugar, interior do Maranhão. Ele morreu durante troca de tiros entre criminosos e policiais militares na comunidade Pavão-Pavãozinho, em Copacabana.

Fábio foi atingido por estilhaços de uma granada, que explodiu em frente ao bar ferindo também outras pessoas. Segundo familiares, o porteiro havia encerrado seu turno de trabalho e seguia de volta para casa quando se deparou com o confronto.

O corpo de Fábio chegou ao Maranhão durante a madrugada e foi velado na casa de familiares no povoado e enterrado no fim da tarde deste sábado (1º) sob muita comoção. O maranhense saiu de casa para tentar a vida no Rio de Janeiro aos 19 anos.

“Todos estão assombrados. A gente vai pelo mundo para sobreviver, ganhar, mas naquela posição que eu vi na tela da televisão é demais”, lamentou a dona de casa Vera Lúcia Silva que acompanhou todo o velório.

O lavrador Francisco Ferreira disse que viu Fábio crescer e agora teme pela segurança dos quatro sobrinhos que vivem em outros estados. “O rapaz sai para trabalhar, está no seu serviço e de repente uma bala perdida tira a sua vida. É muito triste”, disse.

G1/Maranhão
Compartilhe:

Copyright © | Direção: Jornalista Emerson Araújo | Bate Tuntum | Suport/ 99 98271-8514