sexta-feira, 14 de julho de 2017

Nota da Frente de Evangélicos sobre a condenação de Luíz Inácio Lula da Silva


Nós, da Frente de Evangélicos pelo Estado de Direito viemos a público dizer que mais um cidadão brasileiro foi condenado sem provas. A periferia de nossas grandes cidades assiste a isso cotidianamente, com a condenação e morte sumária de dezenas de jovens, sobretudo negros e pobres. Desta vez a condenação foi com um cidadão símbolo, o senhor Luiz Inácio Lula da Silva.

Reconhecemos o ex presidente Lula como um símbolo da luta do pobre e do trabalhador, por democracia e justiça. E ele foi condenado.

A Frente de Evangélicos se junta aos que, estarrecidos, observam uma sentença em que não importou o fato de todas as testemunhas inocentarem Lula, e foram dezenas, não importando a prova documental de sua inocência.

Para nós, da Frente, essa condenação parece uma notificação de que o Judiciário não respeita mais a lei. Também de que o Judiciário assume ser um poder discricionário absoluto.

Aproveitamos, como Frente de Evangélicos que somos, para dizer que a agenda do golpe que vemos em curso no Brasil conta com a cumplicidade do Judiciário, onde o pobre e o trabalhador não são considerados.

Lamentamos que a democracia brasileira não existe mais, e que voltamos aos anos de chumbo, onde todo processo eleitoral e judicial era só farsa para encobrir a tirania.

Que Deus tenha misericórdia de nós!