quarta-feira, 20 de dezembro de 2017

Comitês populares são criados no Maranhão a partir do interior

Márcio Jardim(PT-MA)
O PT do Maranhão vai promover caravanas pelo estado a fim de criar comitês nas cidades do estado. Três municípios já contam com comitês populares que vão manter a mobilização permanente em defesa da democracia e do direito de Lula ser candidato à Presidência.

Coordenado pelo membro do Diretório Nacional do PT Márcio Jardim, os comitês deram início a uma série de conversas com lideranças, moradores e representantes de entidades para planejar as próximas ações.

“Começamos com comitês constituídos em três cidades: Arari, Miranda do Norte e no povoado Escondido, zona rural do município de Vitória do Mearim. Neste último, o comitê foi formado por moradores que gostam do Lula e nem sequer são filiados ao PT”, explicou Jardim.

De acordo com Márcio Jardim, é fundamental que cada um faça sua parte para impedir novos retrocessos e que o golpe seja concluído com o impedimento de Lula ser candidato.

“É necessário organizar e fazer a defesa de Lula e da sua legítima candidatura, garantindo seu registro e sua campanha. Sabemos bem do caráter antidemocrático da direita. Promoveram uma campanha marginal para desconstruir Lula e o PT. Tiraram do governo uma presidenta honesta e democraticamente eleita com mais de 54 milhões de votos. Agora farão de tudo para impedir que Lula seja candidato e o povo faça seu julgamento. É urgente que todos que defendem a democracia e o direito de Lula ser julgado pelo povo se mobilizem. Em cada casa e local de atuação uma voz em defesa de Lula e da democracia. Um mais um é sempre mais que dois”, afirmou Marcio Jardim.
Comitês populares

Os Comitês Populares em Defesa da Democracia e do Direito de Lula ser candidato à Presidência da República são uma articulação com o objetivo de envolver os movimentos sociais, populares, sindicais, artistas, sociedade civil e toda militância petista, assim como os partidos do campo democrático e popular.

“Desde o golpe sofrido após o impeachment da presidenta Dilma Rousseff, é preciso organizar a classe trabalhadora e setores médios da sociedade para a manutenção do processo democrático”, define a presidenta nacional do PT, senadora Gleisi Hoffmann.

Fonte: Notícias do PT