Apagando os incêndios

Imagem relacionada

Por Emerson Araújo/Jornalista

Ausentei-me nas últimas 48(quarenta e oito) horas de Tuntum para tratativas, em São Luís,  a favor da UNCME-MA instituição que presido no Estado com muito orgulho por sinal. E de São Luís fiquei sabendo dos últimos acontecimentos políticos com foco nas eleições de outubro próximo em Tuntum. Fiquei a pensar  sobre  a intensidade das ventanias  que  invadiram falas e emoções que, de segundo em segundo, chegavam ao meu conhecimento na terra dos franceses após a sessão da Câmara de Vereadores de Tuntum, desta sexta-feira(23).

Sem entrar no mérito dos nervosismos aflorados e sem querer despejar mais combustível nas emoções postas sobre fatos desta sexta-feira(23), em Tuntum, algumas reflexões devem ser feitas no bojo desta crise temporária envolvendo líderes e pessoas do grupo político que gravita em torno da liderança do Prefeito Cleomar Tema.

Os atos políticos devem ter como foco central a negociação 

Não se pode acreditar que, na ação política, em ano eleitoral,  o nervosismo e as emoções afloradas possam resolver as questões de diferenças pontuais no cerne do mesmo grupo de poder. A negação do "fatum" político é a intransigência, o destempero, a falta de habilidade para negociar  com as diferenças, os jogos de interesse dentro de agrupamentos eleitorais heterogêneos como é, hoje, o grupo político que hoje comanda a Prefeitura de Tuntum. Quem pensa que desconstruir o papel de lideranças já consagradas em suas bases eleitorais para atender o jogo rasteiro que ainda perdura  na política de Tuntum vai resolver a heterogeneidade do Grupo Labigó está apostando em mais crises dentro do agrupamento eleitoral do Prefeito Tema, está fazendo o jogo que a oposição mais almeja neste contexto. A negociação com os diferentes no grupo eleitoral do prefeito se tornou urgente e necessária sobre pena de mais danos nos próximos dias.

Apagando os incêndios

A crise política no Grupo Labigó que se abateu nas últimas horas ainda deve ser vista como início de um incêndio político que pode ter proporções ainda maiores caso a articulação política do Prefeito Tema  deixe de fazer o jogo político dos "Cobras" e seja mais propositiva, menos incendiária como ensaiou fazer diante da crise da Câmara de Vereadores nesta sexta-feira(23) atípica dos edis tuntunenses.

É necessário e premente que o Prefeito Cleomar Tema, um professor de política da melhor estirpe, no Maranhão, tome para si a responsabilidade de "apagador de incêndios" que lhe tem sido a sua melhor marca de liderança ao longo destes quase 30(trinta) anos de comando eleitoral em Tuntum e negocie com as diferenças no seu grupo político sem intermediários desnecessários, para que a paz volte a reinar em melhores condições sem nervosismos e emoções afloradas que só interessam de maneira contundente  aos seus adversários políticos,  visando o próximo outubro e  2020. Urge esta atitude do Prefeito Tema como líder do grupo vitorioso.
Posted in  on 12:52:00 by Blog Bate Tuntum |