Eleições Estaduais de 2018 um ensaio para 2020


Resultado de imagem para eleições de 2018 marcando o 13 urna
Sabe-se que o processo eleitoral a nível estadual não empolga tanto como os municipais e razões são muitas para isso, distanciamento emocional dos candidatos com o eleitorado dos municípios e uma diversidade enorme de candidatos e candidatas a buscarem os votos minguados que são colocados a disposição deste embate quase predominantemente impessoal neste tipo de eleição.

Mesmo assim as eleições estaduais de 2018 demonstram ser um bom tubo de ensaio para o pleito municipal de 2020 por conta de alguns candidatos e candidatas, nestas eleições do dia 07 de outubro próximo,  ensaiarem, agora, uma vaga às prefeituras das suas cidades em 2020. Um teste poderoso para se medir a  densidade eleitoral para os futuros projetos de ascensão ao poder em 2020. Muitos serão decepcionados, neste teste do dia 07 de Outubro próximo, com votação pífia porque insistiram em fazer política de maneira improvisada sem olhar seus colégios eleitorais de origem, diga-se de passagem.

Na verdade,  não se pode fazer política em processos eleitorais de dimensão estadual  como amadores, esquecendo seus eleitores raízes, não dando a devida assistência  a eles, substituindo a sua importância por outros rincões eleitorais vulneráveis e circunstanciais que não garantem a consolidação de vitórias consagradoras. Ao negligenciar o colégio eleitoral raiz, atrasando salários de funcionários públicos municipais, não cumprindo os acordos firmados, premiando localidades em detrimento de outras, não reconhecendo a capacidade intelectual acima da média, não dando ao trabalho de mídia mais qualificada e o empenho de lideranças com maior credibilidade eleitoral que poderiam ajudar nesta empreitada de eleições estaduais, no mínimo arriscada, é não vislumbrar, também, o pleito municipal de 2020, bem mais emocional e envolvente para quem quer o poder ou continuar nele, diga-se de passagem.

Reafirma-se que as eleições estaduais de 2018 tem um horizonte imediato que é o pleito de 2020 para candidatos/candidatas que poderão não logra êxito no próximo domingo, e, agora, é tarde para chorar o leite derramado por ter abandonado o colegiado raiz e ter deixado entregue nas mãos de amadores da política. Fica o alerta.
Posted in  on 14:42:00 by Blog Bate Tuntum |