O país onde os militares fazem política e os políticos prestam continência

CLIQUE E ASSISTA AO VÍDEO

Soube de um país inimaginário que se prepara para uma involução radical… Coisa de extremista!

Esta involução se anuncia por meio da mudança radical dos paradigmas para a governança desse país inimaginário.

Essa mudança de padrão se apresenta por meio dos novos serviços que, substituindo os antigos, serão impostos a tal população, também, inimaginária.

Essas mudanças os colocarão na vanguarda do retrocesso…

É, de fato, um movimento involucionário que os maiores revisionistas, destes que merecem estar estampados nas camisetas, jamais imaginariam…

Vejamos os serviços que mudarão:

O serviço do meio-ambiente será serviço da degradação ambiental.

O serviço da agricultura será serviço do agrotóxico e da expansão agronegocial.

O serviço da economia será serviço da especulação financial.

O serviço da justiça será serviço da punição seletiva.

O serviço da educação e cultura será serviço da idiotização tecnóide,

O serviço de direitos humanos será serviço de catequização imoral.

O serviço de minas e energia será serviço terror Friday de entregação via liquidação de soberania.

O serviço de industria e comércio será serviço de estrangeiração.

O serviço do trabalho e previdência social será…

Ok! Não haverá serviço do trabalho ou do trabalhador, e a previdência involuirá para a indigência.

O serviço da saúde será serviço da doença lucrativa onde cada vez mais será cada vez menos.

O banco central será, livremente, escravo da agiotagem oficial.

O judiciário será tão eficaz quanto marinheiros em território onde não há mar nem rio navegável

Nesse país inimaginário os militares farão política e os políticos prestarão continência!

E a carta magna? Dizem que nunca chegou aos destinatários… parece que um funcionário precarizado do serviço de correio, que, também, será entregue, extraviou a tal carta em alguma encruzilhada da história.

Parece que lá democracia é, de fato, governo do demo!

E o hilário é que o nome desse país inimaginário é República Fragmentativa do Vermelho!

Bem… é Natal! E é sempre bom prestar atenção nos sinais semeados pelo Deus Filho…

Note e anote:

Ele veio por amor aos seres humanos, mas, preferiu nascer entre os animais…

Sua pretensa religião tinha templo e vários locais de reunião, mas, ele foi achado na estrebaria…

Sua pretensa religião tinha muitos clérigos, mas, ele mandou chamar pobres ovelheiros pobres

Ele foi anunciado por profetas que, depois de perseguidos ou assassinados pela religiosos, foram aclamados pela religião que os matou.

Ele veio no meio dessa religião, mas, não avisou aos religiosos…

Ele ficou no meio dessa religião sem ser percebido pelos ministros religiosos, por quase dois anos, até que uns magos do oriente viram uma nova estrela no Universo, surpreendendo aquela religião que não olhava mais para o céu!

Aliás, o político que convocou os religiosos, e foi atendido, fingindo colaborar com a sede de adoração ao Deus Filho, expressa pelos magos, foi quem matou matar a criança da profecia e, para atingi-la, matou toda a criança que julgava poder ser o Filho ou a Filha de Deus!

O Deus Filho sobreviveu para dar um novo começo a quem o quiser por fé, e para demonstrar que é possível, pela militância inerente ao amor, triunfar sobre a barbárie e o barbarizador!

Feliz Natal!


Ariovaldo Ramos é pastor evangélico.


Posted in  on 19:30:00 by Blog Bate Tuntum |