“NÃO EXISTE CASAMENTO INFELIZ, FORÇADO, E CADA UM DEVE SEGUIR O CAMINHO QUE QUER”, DIZ JERRY SOBRE DUARTE JR.

O presidente estadual do PCdoB, deputado federal Márcio Jerry, em entrevista nesta manhã de quarta-feira a vários profissionais de imprensa no hall de acesso ao plenário da Assembleia Legislativa, admitiu que o deputado estadual e pré-candidato a prefeito de São Luís, Duarte Júnior, pode deixar o partido se não aceitar a vontade da maioria por outro nome para representar a legenda comunista na sucessão do prefeito Edivaldo Holanda Junior (PDT).

Jerry disse, o entanto, não acreditar que o deputado Duarte Júnior sairá do partido caso não seja escolhido o candidato a prefeito, mas advertiu: “Não existe casamento infeliz, forçado, e cada um deve seguir o caminho que quer. Porém, acredito que não haverá divórcio, acho que o Duarte Jr. continuara no partido“.

O dirigente do PCdoB observou, porém, que um partido que tem dois candidatos e que o critério de escolha, além de pesquisa, que retrata um momento, será a capacidade de agregação politica.

“Temos que fazer um debate mais aprofundando que envolve não apenas o desenho do momento. As vezes o candidato tem 2% e ganha eleição e outro que tem mais de 50% e perde“, explicou.

Jerry adiantou ainda o candidato a prefeito de São Luís deverá ser anunciado até janeiro de 2020.

Blog do Jorge Vieira
Posted in  on 00:00:00 by Blog Bate Tuntum |