BIRA É MAIS UM NOME DO GRUPO FLÁVIO DINO A CONSOLIDAR CANDIDATURA A PREFEITO DA CAPITAL

O deputado federal Bira do Pindaré é mais um pré-candidato ligado ao grupo do governador Flávio Dino a consolidar candidatura a prefeito de São Luís nas eleições de 2020. Na última sexta-feira (13), com a casa completamente cheia, o Partido Socialista Brasileiro além de inaugurar sua nova, no Renascença, reafirmou seu compromisso prioritário com o parlamentar e lançou o movimento ‘Pense São Luís’ para discutir com as comunidades os problemas da cidade que pretende administrar.

E pelo discurso do presidente nacional da legenda, Carlos Siqueira, a candidatura de Bira do Pindaré será considerada prioritária pelos dirigentes do PSB, o que significa dizer que as atenções dos dirigentes estarão voltadas para a capital do Maranhão em função do candidato possuir reais condições de lutar para conseguir uma vaga no segundo turno da eleição para prefeito, que promete ser uma das mais disputadas da história ludovicense.

Bira, portanto, se constitui no segundo candidato da base partidária que dá sustentação política ao Palácio dos Leões a ter sua candidatura avalizada pelas direções nacional, estadual e municipal. O primeiro foi o deputado estadual Neto Evangelista que está com sua candidatura assegurada pela cúpula do DEM desde o início do ano quando reuniu em um evento em São Luís todas as principais lideranças do partido em apoio ao seu projeto político para São Luís.

Entre os pré-candidatos ligados ao governo ainda tentam se consolidar o deputado federal licenciado e atual secretário de Cidades Rubens Júnior e o deputado estadual Duarte Júnior (ambos do PCdoB). Nas articulações de bastidores é nítida a preferência dos comunistas por Rubens Júnior, ao ponto de Duarte já ter procurado o PRB, do vice-governador Carlos Brandão e de também está envolvido numa articulação interna do PT para filia-lo ao partido, mas para que isso ocorra depende de liberação do PCdoB.

Existe ainda um quarto pré-candidato governista tentando encontrar uma legenda que lhe conceda abrigo para concorrer, mas que ainda estuda convites. Trata-se do deputado estadual Yglésio Moisés, que conseguiu sua liberação do PDT em meio a conversações avançadas com o partido Solidariedade, mas que acabaram não prosperando, estando agora o parlamentar a procura de uma nova legenda para concorrer.

No campo da oposição, o último final de semana serviu para consolidar um segundo candidato. O PV decidiu que independente do MDB lançar ou não a candidatura da sua tia, ex-governadora Roseana Sarney, o deputado estadual Adriano Sarney será candidato a prefeito. Ele fará companhia ao deputado federal Eduardo Braide (Podemos) que está com a candidatura posta desde que se elegeu deputado federal em 2018 com a maior votação da capital.

Blog do Jorge Vieira
Posted in  on 14:30:00 by Blog Bate Tuntum |