Agora é só circo e o atraso dos salários dos funcionários públicos municipais?

Desde o Império Romano até um passado recente prevaleceu a velha política do "pão e circo"! Aquela em que o governante oferece espetáculos para diversão e o mínimo para a saciar a fome dos pobres. Até então um eficiente mecanismo de controle social para garantir o apoio da massa, ou pelo menos mantê-la submissa, enquanto os patrícios, na luxúria devoram as riquezas, oriunda do árduo trabalho do povo.

O carnaval, festa popular no Brasil, sempre fora considerada pelos críticos, também como um exemplo da política do "pão e circo". E de fato, o é.

No caso específico de Tuntum-MA, o CÉSAR, esqueceu do PÃO e ofertou apenas o CIRCO. Daí uma consequência inevitável: sem o PÃO, a massa eufórica não compareceu ao Coliseu para prestigiar o espetáculo.

Entretanto, para aglomerar um batalhão de "militantes", pelas ruas da cidade, fora necessário cerveja barata e coação.

Não me chamem para provar! Alguém pode se surpreender!

Mas como sempre digo: "Cada um carregue sua cruz, porque a minha é de isopor.".

Afinal, o que tenho mesmo com isso?

Aqui não se pode dizer certas coisas, não se pode exercer cidadania, sob pena de te imputarem os piores rótulos, posto que, não podem silenciar tua voz.

Então...

Já sei! Já sei!

Aqui nessa "Terra de Titãs", eu sou apenas um despeitado com vontade de mamar!

**" _Mamã mamã mamã eu quero, mamã eu quero, mamã eu quero mamar

Dá a choopeta, dá a choopeta

Dá a choopeta p'ro bebê não chorar."*_*

Jean Carlos Gonçalves/Especial para o Bate Tuntum
Tuntum-MA, de fevereiro de 2020.
Posted in  on 17:42:00 by Blog Bate Tuntum |