CONTRA OS VOTOS AO CÉSAR PIRES E WELLINGTON, ASSEMBLEIA APROVA REAJUSTE DOS PROFESSORES

Contra os votos dos deputados César Pires (PV) e Wellington do Curso (PSDB), a Assembleia Legislativa aprovou nesta manhã de quinta-feira o projeto de lei do Poder Executivo que reajusta os salários dos professores de 40h no Maranhão para R$ 6,3 mil, mais que o dobro do piso nacional, que é de R$ 2,8mil.

Foram os dois únicos parlamentares presentes em plenário a se posicionarem contra o aumento. Até parlamentares que também fazem oposição ao governo, a exemplo de Adriano Sarney (PV) votaram pelo a provação da matéria que reajusta os salários da categoria.

O deputado Wellington do Curso, a exemplo de vezes anteriores, passou dos limites nas criticas ao governo do Estado. Mesmo se rotulando de professor, ele atacou o aumento salarial concedido por Flávio Dino que mantém o Maranhão como a maior remuneração do país.

Saia justa – Após a aprovação da matéria pela grande maioria do plenário, o líder do governo, deputado Rafael Leitoa pediu à Mesa Diretora da Casa que fosse registrado que os dois parlamentares votaram contra o reajuste para os professores.

César se justificou alegando que não seria contra o aumentos, mas contra a forma como foi encaminhado sem haver discussão, mas o fato é que ele se posicionou e votou contra, apesar de ter sido Reitor da Universidade Estadual do Maranhão (UEMA).

Blog do Jorge Vieira
Posted in  on 13:17:00 by Blog Bate Tuntum |