NOTA PÚBLICA

 


Povo de Tuntum, meu povo!

Relutei muito em construir este texto para não ser pego pela emoção oriunda da vitória eleitoral histórica do novo Prefeito de Tuntum, no último domingo (15), Fernando Pessoa (SD). Reconheço, humildemente, que a ficha não caiu, ainda, mas que deveria me dirigir ao povo de Tuntum, meu povo, para comunicar as minhas impressões, o meu envolvimento nesta campanha vitoriosa.

Informo que a minha relação pessoal de amizade e respeito com Fernando Pessoa não veio a reboque da pré-campanha ou da campanha de 2020. Há dez anos atrás quando aqui retornei a Tuntum para residir o encontrei várias vezes, ajudando o pai e a mãe no conhecido “MineBox Bruna”. Ele foi quem se aproximou de mim e me cumprimentou com delicadeza, Fernando Pessoa me chama de “senhor” até hoje com consideração.

A família Pessoa, em Tuntum, sempre fez parte da minha infância e adolescência, inclusive os meus melhores amigos de aventuras e desventuras(sem desprezar de outros amigos tão importantes da mesma forma também) em tenra idade quando eu vinha desfrutar as férias de julho e final do ano na Rua São Raimundo e Ariston Leda, aqui, eram Antonio Reinaldo Pessoa(com quem trabalhei em Teresina no Colégio Certo), Zé Francisco Pessoa(Zé Bodinho - im memoriam) e as moças desta família, também. Portanto, todos/todas primos e primas de Miguel Pessoa (genitor do novo prefeito de Tuntum). Não cai de paraquedas na campanha de Fernando. Já em 2018, minha esposa Mônica Almeida, em acordo comigo já votara no candidato a deputado estadual. Só não o fiz por conta de compromisso com o vice-prefeito Nelson do Nanxi em votar na Dra. Cleide Coutinho. Acredito que foi ali naquela eleição que já começava o meu rompimento com o grupo político derrotado, neste domingo (15). Outras razões do meu afastamento político do grupo de Cleomar Tema citei noutra nota pública no início deste ano, divulgada em blog pessoal. Aprendi que, na política, a mudança para o novo (nunca tive medo do novo por sinal na minha vida) sempre foi e será salutar como está sendo, agora, neste momento memorável para o povo de Tuntum.

Não guardo mágoas, mas quero aqui dizer para aqueles/aquelas que me chamaram de “blogueiro bandido” que reconheço o papel importante da blogosfera como mídia social, mas sou jornalista profissional, professor especialista, bacharel em direito, escritor reconhecido nacionalmente com assento em duas academias de letras e outras titulações que não gostaria de mencionar, neste momento, para depois não andarem dizendo que sou arrogante, pedante ou coisa do gênero. Ah, também, não respondo por nenhum ilícito criminal em nenhuma território do país e sou de uma família que ajudou a construir o que temos e o que somos de Tuntum com a força do trabalho e da abnegação, inclusive alguns destes familiares não me seguiram na minha decisão de ir para oposição, mesmo discordando respeitei suas opções eleitorais, democracia para mim deve ser respeitada como ferramenta de vontade.

Para finalizar, nunca assinei testamento público ou peça do gênero para apoiar eternamente a arrogante administração do Sr. Cleomar Tema e a sua turma de apaniguados que sempre extorquiram os cofres públicos do nosso amado Tuntum para se perpetuarem no poder, levando a maioria do nosso povo à miséria social e econômica. Agora temos a possibilidade de exercitar a esperança de maneira continuada sem arroubos de prepotência de uma dinastia oligarca apagada, neste último domingo (15), para a glória de Deus!

Explico, ainda, não sou comunista(já fui) como andou dizendo um falso teólogo de esquina sem moral, usurpador de dinheiro público sem trabalhar, mas sou um cristão evangélico humanista(me honra muito sê-lo), sim, e que se espelha na doutrina social do ministério sacerdotal de Jesus Cristo, que o teólogo de calçada nunca conseguiu perceber nas fracas leituras da Bíblia Sagrada que talvez ele andou fazendo na pressa de roubar o erário público do povo de Tuntum.

Um esclarecimento a mais, quando eu vim para oposição, capitaneada por Fernando Pessoa(SD) e seu grupo político não foi movido por interesses estranhos ou por “grana”(a força da grana destrói coisas belas como diz o poeta) ou coisa do ramo, tão visíveis e queridas na turma do lado de lá, vim por convicção, vocação e desejo de mudança. Sempre me angustiava viver naquela farsa política que feriam minha trajetória como ser humano. Só para atender a curiosidade de alguns, desde de outubro de 2019 quando reencontrei Fernando Pessoa num evento em Barra do Corda que traçamos este caminhar juntos, sem pressa e no silêncio para não espantar os ávidos pelo poder.

Agora sim, Fernando Pessoa eleito a Prefeito de Tuntum no domingo (15) é o término de uma missão que me pus inteiro sem medo de ser feliz. Por isso, que o novo prefeito não me deve nada, sou um homem realizado em todas as áreas da vida. E como eu disse ao ouvido deste amigo, ora menino sapeca, ora homem responsável e feliz, um grande homem que será um grande gestor não tenho dúvidas disso, nas comemorações da noite deste dia de libertação do nosso amado Tuntum e que repito aqui: - cuide do nosso povo, Fernando Pessoa, isso já me basta! Fica o dito!

Tuntum, 18/11/2020

As 21h42

Prof. Emerson Araújo




on 22:18:00 by Blog Bate Tuntum |