Ciro Nogueira usa empresa para alugar mansão de amigo de Flávio Bolsonaro blindado na CPI

247 - O ministro-chefe da Casa Civil, Ciro Nogueira (PP-PI), alugou neste ano, usando a filial de sua empresa de venda de motos no Piauí, uma mansão no Lago Sul em Brasília, segundo a Folha de S. Paulo. O imóvel foi comprado meses antes pelo advogado Willer Tomaz de Souza, amigo do senador Flávio Bolsonaro (Patriota-RJ) e blindado na CPI da Covid.

O advogado comprou a mansão por R$ 4,55 milhões em outubro de 2020 e em janeiro pegou as chaves.

Ciro passou a morar no local em abril, quando ainda não era ministro de Jair Bolsonaro e somente exercia o mandato de senador. A casa tem 632 metros quadrados de área construída, possuindo quatro suítes, hidromassagem, piscina, sauna, churrasqueira e elevador.

A casa é alugada por R$ 15 mil mensais, abaixo do valor de mercado, pela Ciro Nogueira Comércio de Motocicletas Ltda, para fins residenciais. O contrato de locação foi assinado por um procurador da empresa, o advogado Emannuel Nogueira Lima. O aluguel de um imóvel de luxo como o de Ciro Nogueira por um CNPJ não é a praxe, segundo corretores que atuam no Lago Sul.

À Folha, Willer mostrou uma cópia do contrato de aluguel e um extrato bancário com cinco pagamentos pela empresa do ministro Ciro, no valor de R$ 75 mil.

Weverton: “Sei que o Flávio vai continuar permitindo que a mudança no Maranhão siga republicana”

Foi realizado em Pinheiro na noite desta sexta-feira, 17, a quarta edição do projeto Maranhão Mais Feliz, organizado pelo PDT para discutir propostas para o estado dentro do plano que tem como pré-candidato a governador o senador Weverton Rocha.

O senador agradeceu ao governador por não interferir para que todos os seus aliados pré-candidatos busquem a viabilidade de seus projetos.

“Quero destacar a postura republicana que o governador Flávio Dino teve. Deixou cada se viabilizar. Isso nos dá as condições de chegar hoje querendo ser o candidato do governador, do presidente Lula, do Ciro, mas queremos ser a candidatura do povo”, afirmou.

Ele ainda afirmou que quem assumir tem mais do que obrigação de dar continuidade às boas ações do governo.

O senador ainda afirmou que Dino logo será presidente da República. “Eliziane, vou ver o Flávio contigo como senador em Brasília. E podemos ter o próximo presidente da República do Maranhão com essa experiência”, afirmou.

Na cidade onde o presidente da Assembleia Legislativa, Othelino Neto, tem como uma das suas principais bases eleitorais, o deputado ressaltou a força da baixada dentro do projeto e como ele se mantém firme ao lado de Weverton.

Weverton voltou a falar sobre o pedido de desculpas que tinha divulgado falando sobre vices. “Temos a capacidade de quando errar, pedir desculpas. Isso não nos deixa menor ou indiferente dessa grande luta”.

Até agora, somando os quatro eventos, 81 prefeitos participaram dos atos do Maranhão Mais Feliz.

Blog do Clodoaldo Corrêa